Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
Fechar Coronavírus: Informações sobre COVID-19 Ler mais
O que você precisa saber?

10 dúvidas e curiosidades sobre o sêmen

Janeiro 2020

O sêmen, também conhecido por esperma, é um líquido viscoso e esbranquiçado que é composto por diferentes secreções, produzidas nas estruturas do aparelho genital masculino, que se misturam no momento da ejaculação.

Este líquido tem como principal função transportar os espermatozoides desde os testículos do homem até ao óvulo da mulher, permitindo que aconteça a fecundação e, consequentemente, uma gravidez, o que assegura a reprodução da raça humana.

10 dúvidas e curiosidades sobre o sêmen

A seguir, mostramos as 10 principais dúvidas e curiosidades sobre o sêmen:

1. Como é produzido?

O sêmen é constituído principalmente por uma mistura de 3 diferentes tipos de secreções, que são produzidas em diferentes partes do sistema reprodutor masculino:

  • Líquido e espermatozoides, dos canais deferentes e testículos;
  • Líquido seminal, produzido nas vesículas seminais;
  • Secreção prostática, produzida na próstata;

Além disso, é ainda possível encontrar quantidades muito baixas de líquidos produzidos pelas glândulas mucosas, especialmente pelas glândulas bulbouretrais.

Estes líquidos se juntam na uretra e são, depois, eliminados durante a ejaculação.

2. Quanto tempo demora para ser produzido?

O sêmen está em constante produção e, por isso, não é possível saber com precisão quanto tempo demora para ser produzido.

No entanto, sabe-se que os espermatozoides precisam de vários dias para ficarem maduros antes de serem eliminados na ejaculação, podendo demorar até 2 meses para se obter um espermatozoide considerado "maduro". Os testículos produzem, em média, 120 milhões de espermatozoides por dia.

3. Qual a sua composição?

Na composição do esperma é possível encontrar aminoácidos, frutose, enzimas, flavinas, prostaglandinas, ferro e vitaminas B e C. Além disso, por conter líquido produzido na próstata, o sêmen contém ainda proteínas, fosfatase ácida, ácido cítrico, colesterol, fibrinolisina, enzimas proteolíticas e zinco.

10 dúvidas e curiosidades sobre o sêmen

4. Quais as suas funções?

A principal função do sêmen é o transporte dos espermatozoides maduros desde os testículos do homem até ao óvulo da mulher, permitindo a fecundação e a gravidez. No entanto, para conseguir realizar essa tarefa com sucesso, o sêmen também tem outras pequenas funções importantes como facilitar a mobilidade dos espermatozoides, mantê-los nutridos e protegê-los do ambiente vaginal.

5. Porque tem um cheiro estranho?

O cheiro do sêmen é muitas vezes comparado com o de água sanitária ou cloro e está relacionado com os seus componentes, já que, além dos espermatozoides, o sêmen também contém vários tipos de proteínas, enzimas e minerais. Estas substâncias normalmente têm um pH alcalino, ou seja, superior a 7, que é o mesmo tipo de pH da água sanitário e do cloro, sendo essa a principal razão para terem cheiros semelhantes.

6. Porque muda de consistência?

Ao longo do tempo o sêmen pode sofrer várias alterações de consistência, podendo ser mais fluído em alguns dias e mais espesso em outros. Isso não é um sinal de alarme e é bastante comum em homens saudáveis.

O que acontece é que o sêmen pode ter maior ou menor quantidade de água, de acordo com a hidratação do organismo. Além disso, existem estudos que também indicam que o esperma mais espesso normalmente contém uma maior concentração de espermatozoides alterados que, embora possa parecer uma alteração indesejável, é relativamente frequente, já que mais de 90% dos espermatozoides liberados pelo homem têm algum tipo de alteração.

7. Faz mal se engolir?

A maior parte dos constituintes do sêmen estão testados e são completamente seguros para a saúde. Por isso, não se considera que engolir sêmen possa fazer mal.

No entanto, existe um pequeno número de pessoas que sofre com hipersensibilidade ao plasma seminal, que é um tipo de alergia rara que pode aparecer depois de entrar em contato com o esperma.

10 dúvidas e curiosidades sobre o sêmen

8. É possível mudar o sabor?

O sabor do sêmen geralmente se mantém constante ao longo do tempo. Porém, alguns estudos indicam que a dieta do homem pode influenciar ligeiramente o sabor, assim como acontece com a grande parte dos fluidos corporais.

Alguns dos alimentos que parecem afetar o saber do sêmen mais diretamente incluem canela, aipo, salsinha, noz moscada, abacaxi, mamão ou laranja, por exemplo.

9. Como saber se o sêmen é normal?

O sêmen normal e saudável tem um aspeto esbranquiçado e viscoso, que vai se tornando mais líquido depois de ser ejaculado. Caso o homem esteja sem ejacular alguns dias, a cor do sêmen pode variar ligeiramente, podendo ficar mais amarelado.

Existem casos em que o homem pode perceber o aparecimento de sangue no sêmen, que se perdurar por mais de 3 dias, pode ser um sinal de algum problema de saúde como vesiculite, prostatite, doenças sexualmente transmissíveis, uso de alguns medicamentos, hiperplasia da próstata ou como resultado de alguma lesão, por exemplo. Nestes casos o melhor é ir a um urologista para fazer um diagnóstico e um tratamento adequado. Saiba quais as causas mais comuns.

10. Como produzir um sêmen saudável?

Para produzir um sêmen saudável, o homem deve:

  • Manter um peso saudável e praticar exercício físico com regularidade;
  • Fazer uma alimentação equilibrada, rica em frutas e vegetais que contêm antioxidantes;
  • Evitar pegar infecções sexualmente transmissíveis (IST's), como clamídia, gonorreia ou sífilis.

Além disso, reduzir o estresse e evitar consumo de álcool e cigarro também é importante para ajudar na produção dos hormônios reguladores da produção do esperma.

Confira como utilizar corretamente a camisinha masculina para evitar a transmissão de IST's.

Bibliografia >

  • GUYTON Arthur, HALL John. Tratado de fisiologia médica. 13º. Brasil: Elsevier, 2017. 1021-1027.
  • ENDOTEXT. Benign Prostate Disorders. 2016. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK279008/>. Acesso em 11 Dez 2019
  • MCANINCH, Jack W.; LUE, Tom F. Urologia Geral de Smith e Tanagho. 18 ed. Porto Alegre: Artmed, 2014. 687-693.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem