Secnidazol: para que serve e como tomar

O secnidazol é um remédio indicado para eliminar vários tipos de parasitas intestinais, principalmente aqueles que causam infecções intestinais, como a amebíase e giardíase, além de tratar a tricomoníase.

Esse remédio pode ser encontrado em farmácias sem prescrição médica, na sua forma genérica ou com os nomes comerciais Secnidal, Secnimax ou Unigyn, por exemplo.

O uso do secnidazol deve ser evitado durante a amamentação ou suspeita de gravidez, durante os primeiros meses da gestação ou em pessoas que tenham alergia ao componentes da fórmula. Além disso, deve-se consultar o médico antes de usar o secnidazol de forma a evitar efeitos colaterais.

Secnidazol: para que serve e como tomar

Para que serve

O secnidazol é indicado para o tratamento de:

  • Giardíase: causada pelo parasita Giardia lamblia;
  • Amebíase intestinal: provocada pela presença de amebas no intestino;
  • Amebíase hepática: causada pelo parasita Entamoeba histolytica;
  • Tricomoníase: causada pelo parasita Trichomonas vaginalis.

Este medicamento pode ser tomado por todas as pessoas a cada 6 meses como forma de tratamento contra verminoses. As crianças, idosos e pessoas que se alimentam fora de casa com frequência são as que mais apresentam parasitas intestinais e por isso podem tomar esse tipo de medicamento regularmente ao longo da vida, desde que com indicação médica.

Como tomar

Este medicamento deve ser administrado com líquido, por via oral, em uma das refeições, preferencialmente à noite, após o jantar. A dose varia de acordo com o problema a tratar e a idade:

Adultos

  • Tricomoníase: administrar 2 g de secnidazol em dose única. A mesma dose deve se ingerida pelo cônjuge;
  • Amebíase intestinal e Giardíase: administrar 2 g de secnidazol em dose única;
  • Amebíase Hepática: administrar de 1,5 g a 2 g de secnidazol, 3 vezes ao dia. O tratamento deve ter duração de 5 a 7 dias.

Crianças

  • Amebíase intestinal e Giardíase: administrar 30 mg de secnidazol por Kg de peso corporal, em dose única;
  • Amebíase hepática: administrar 30 mg de Secnidazol por kg de peso corporal, por dia, durante 5 a 7 dias.

Em qualquer caso, o tratamento deve ser sempre orientado por um médico para garantir que a dose utilizada é adequada e que os parasitas são eliminados.

Durante o tratamento, deve-se evitar bebidas alcoólicas até, pelo menos, 4 dias após o fim dos comprimidos.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns incluem febre, vermelhidão e coceira na pele, náuseas, dor no estômago, tontura, diarréia, dor de cabeça ou alterações do paladar.

Quem não deve tomar

O secnidazol não deve ser usado por crianças com menos de 2 anos, durante os 3 primeiros meses de gestação, quando há suspeita de gravidez, ou durante a amamentação.

Além disso, esse remédio também não deve ser usado por pessoas com alergia a algum dos componentes da fórmula ou que tenham insuficiência hepática grave.

Esta informação foi útil?
Atualizado e revisto clinicamente por Flávia Costa - Farmacêutica, em fevereiro de 2022.

Bibliografia

  • EMS. Secnidazol. Disponível em: <https://www.ems.com.br/arquivos/produtos/bulas/bula_secnidazol_10228_1413.pdf>. Acesso em 03 fev 2022
  • SANOFI-AVENTIS . SECNIDAL. Disponível em: <http://200.199.142.163:8002/FOTOS_TRATADAS_SITE_14-03-2016/bulas/14767.pdf>. Acesso em 03 fev 2022
Mais sobre este assunto: