Salsaparrilha: para que serve e como preparar o chá

Dezembro 2021

A salsaparrilha é uma planta medicinal da espécie Smilax aspera, rica em flavonóides e saponinas que lhe conferem propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes, diuréticas e depurativas, sendo por isso, popularmente utilizada como remédio caseiro para auxiliar no tratamento da gota, reumatismo ou artrite, por exemplo.

A parte normalmente utilizada da salsaparrilha é a raiz, de onde são extraídas as substâncias com propriedades medicinais, podendo ser encontrada em lojas de produtos naturais ou farmácias de manipulação na forma de pó ou cápsulas, ou na sua forma natural para o preparo do chá. 

A salsaparrilha deve sempre ser usada sempre com orientação de um médico ou outro profissional de saúde que tenha experiência com o uso de plantas medicinais.

Salsaparrilha: para que serve e como preparar o chá

Para que serve

A salsaparrilha possui propriedades anti-inflamatórias, diuréticas, afrodisíacas, depurativa, estimulante e tonificante, sendo normalmente indicada para:

  • Gota;
  • Artrite;
  • Reumatismo;
  • Inchaço;
  • Sífilis;
  • Diabetes;
  • Psoríase;
  • Acne.

Além disso, a salsaparrilha pode ajudar na recuperação, podendo ser utilizada em bebidas energéticas naturais.

Embora tenha muitos benefícios, esta planta medicinal não substitui o tratamento médico e deve ser usada com orientação do médico ou de um fitoterapeuta.

Como usar

A salsaparrilha pode ser usada na forma de chá ou cápsulas, preparados com a raiz desta planta.

1. Chá de salsaparrilha

O chá de salsaparrilha deve ser preparado usando a raiz seca da planta.

Ingredientes

  • 2 colheres (de sopa) de raiz seca de salsaparrilha;
  • 250 mL de água.

Modo de preparo

Adicionar os ingredientes em uma panela e ferver por cerca de 3 ou 4 minutos. Após esse tempo, tampar a panela e deixar repousar por 10 minutos. Em seguida, coar e tomar uma a duas xícaras por dia.

2. Cápsulas de salsaparrilha

A cápsula de salsaparrilha deve ser tomada por via oral, com um copo de água, sendo que a dose normalmente recomendada é de 1 cápsula de 500 mg, de 2 a 3 vezes por dia, ou conforme orientação do médico ou do fitoterapeuta.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns da salsaparrilha normalmente surgem quando a planta é consumida em quantidades maiores do que as recomendadas, podendo ocorrer irritação gastrointestinal ou nos rins.

Por isso, o uso da salsaparrilha deve ser feito somente com indicação médica ou do fitoterapeuta com doses individualizadas.

Quem não deve usar

A salsaparrilha não deve ser usada por crianças, mulheres grávidas ou em amamentação, ou por pessoas que tenham alergia a essa planta ou a qualquer componente presente nas cápsulas.

Além disso, essa planta não deve ser usada por pessoas que tenham pressão alta, insuficiência cardíaca ou renal, ou anemia. 

A salsaparrilha também não deve ser usada por pessoas que utilizam remédios como a digoxina ou o lítio, pois interfere na ação desses medicamentos, aumentando o risco de intoxicação ou efeitos colaterais.

É importante informar ao médico todos os medicamentos que são utilizados para evitar diminuição ou aumento do efeito dos remédios.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • AMIRA, S.; et al. Anti-inflammatory, anti-oxidant, and apoptotic activities of four plant species used in folk medicine in the Mediterranean basin. Pak J Pharm Sci. 25. 1; 65-72, 2012
Mais sobre este assunto: