Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Saiba como é possível engravidar sem penetração

A gravidez sem penetração é possível, mas é difícil de acontecer, pois a quantidade de esperma que entra em contato com o canal vaginal é muito reduzida, o que dificulta a fecundação do óvulo. Os espermatozoides conseguem sobreviver fora do corpo por alguns minutos e quanto mais quente e úmido o ambiente, maior o tempo que pode ficar viável.

Para que haja chance de gravidez sem penetração, é preciso que a mulher não esteja fazendo uso de qualquer método contraceptivo. Algumas situações podem aumentar o risco de engravidar sem que haja penetração, como:

  • Após a ejaculação, colocar o dedo ou objetos que tiveram contato com o esperma dentro da vagina;
  • O parceiro ejacular perto da vagina, ou seja, perto ou em cima da virilha, por exemplo;
  • Colocar o pênis ereto em alguma região do corpo perto do canal vaginal.
Saiba como é possível engravidar sem penetração

Além dessas situações o coito interrompido, que consiste na retirada do pênis da vagina antes que haja ejaculação, também pode representar risco de gravidez, pois mesmo que não haja ejaculação durante a penetração, o líquido pré-ejaculatório também pode conter espermatozoides, podendo haver, assim, a fertilização do óvulo. Saiba mais sobre o coito interrompido.

Ainda é questionável a possibilidade de gravidez quando se utiliza roupa íntima e não ocorre penetração, já que ainda não se sabe de fato se os espermatozoides conseguem ultrapassar o tecido e chegar até o canal vaginal. Além disso, a ejaculação durante o sexo anal pode levar à gravidez se o líquido escorrer até a região vaginal, no entanto, normalmente essa prática não expõe a mulher ao risco de gravidez, já que não possui comunicação entre o ânus e a vagina, no entanto pode pré-dispor tanto a mulher quanto o homem a infecções.

Como não engravidar

A melhor forma de prevenir a gravidez é utilizando um método contraceptivo, como camisinha, pílula anticoncepcional, DIU ou diafragma, por exemplo, pois são as formas mais seguras para impedir que o espermatozoide consiga atingir o óvulo. Veja como escolher o melhor método anticoncepcional.

No entanto, apenas a camisinha e o preservativo feminino são capazes de evitar uma gravidez e prevenir a transmissão de doenças sexualmente transmissíveis e, por isso, são os métodos mais indicados para quem tem mais do que um parceiro sexual, por exemplo.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...