6 remédios para calvície (e como usar)

Revisão clínica: Flávia Costa
Farmacêutica
maio 2022

Alguns remédios para calvície, como o minoxidil ou a finasterida, podem ser indicados pelo dermatologista para o tratamento da calvície, pois agem estimulando o crescimento do folículo capilar ou evitando a queda do cabelo devido a alterações hormonais.

A calvície também conhecida por alopécia androgenética caracteriza-se pela diminuição ou ausência de fios de cabelo, que resulta de uma sensibilidade dos folículos pilosos de determinadas áreas do couro cabeludo aos androgênios, processo no qual interferem os tratamentos. 

Esses remédios podem ser usados por via oral ou aplicados diretamente sobre a pele do couro cabeludo, e só devem ser usados se recomendados pelo médico, uma vez que apresentam algumas contra-indicações e podem causar efeitos colaterais.

Alguns dos remédios que podem ser prescritos pelo médico para o tratamento da calvície são:

1. Minoxidil

O minoxidil é um remédio para calvície hereditária, que afeta principalmente homens, e age estimulando o crescimento do folículo capilar e aumenta o calibre dos vasos sanguíneos, melhorando a circulação no local e prolongando a fase de crescimento do cabelo. Saiba mais sobre o minoxidil

Esse remédio é encontrado na forma de solução capilar nas concentrações de 2% ou 5%, e deve ser aplicado diretamente no couro cabeludo. 

Como usar: a solução de minoxidil pode ser aplicada no couro cabeludo seco, nas regiões em que o cabelo está mais fraco, com a ajuda de uma massagem, duas vezes ao dia. Geralmente, as soluções a 5% são prescritas para o homem e as de 2% são indicadas para mulheres e a quantidade que deve ser aplicada é de 1 mL de cada vez, e a duração do tratamento é de cerca de 3 a 6 meses ou conforme indicação do médico.

Quem não deve usar: o minoxidil não deve ser usado por pessoas com alergia aos componentes da fórmula, em grávidas, lactantes e crianças. A solução de minoxidil a 5% não deve ser usada em mulheres, a não ser que o médico recomende.

2. Finasterida

A finasterida é indicada para o tratamento de calvície em homens com alopécia androgênica, pois ajuda a aumentar o crescimento do cabelo e prevenir a queda.

A finasterida é encontrada em farmácias ou drogarias na forma de comprimidos de 1 mg ou 5 mg, e deve ser usada com indicação médica pois pode causar efeitos colaterais como diminuição do desejo sexual, impotência ou até inchaço ou sensibilidade nas mamas.

Como usar: a finasterida deve ser tomada por via oral, sendo que a dose normalmente recomendada é de 1 comprimido de 1 mg ou de 5 mg por dia por, no mínimo, 3 meses, conforme orientação médica.

Quem não deve usar: esse remédio não deve ser usado por pessoas com alergia aos componentes da fórmula, mulheres ou crianças, grávidas ou lactantes.

3. Espironolactona

A espironolactona é um remédio geralmente indicado para o tratamento da pressão alta e distúrbios edematosos, no entanto, por ter um efeito anti-androgênico, o médico pode receitar este medicamento para o tratamento da alopécia em mulheres. 

A espironolactona age retardando a progressão da queda e promovendo o crescimento dos fios, podendo ser usada sozinha ou associada ao minoxidil, para potencializar o crescimento do fio.

Como usar: a espironolactona deve ser usada conforme orientado pelo médico, podendo ser indicada nas doses de 50 a 300 mg.

Quem não deve usar: a espironolactona é contraindicada para pessoas com alergia aos componentes, com insuficiência renal aguda, diminuição significativa da função renal, perda da capacidade de urinar, doença de Addison, hipercalemia ou que estejam usando o remédio eplerenona. Além disso, também não deve ser usada durante a gravidez ou lactação.

4. Cetoconazol

O cetoconazol tópico é um antifúngico utilizado no tratamento da dermatite seborreica. Embora a indicação principal não seja tratar a calvície, sabe-se que a aplicação tópica deste remédio, associado a outros remédios para calvície, pode ser benéfico para pessoas que sofrem desta doença.

Como usar: o shampoo com cetoconazol deve ser aplicado nas partes afetadas do couro cabeludo, deixando agir por 3 a 5 minutos antes de enxaguar. Para o tratamento de dermatite seborreica, é recomendado aplicar o produto 2 vezes por semana, por 2 a 4 semanas. Para prevenir o reaparecimento da dermatite seborreica, o shampoo pode ser utilizado 1 vez por semana ou 1 vez a cada 2 semanas, conforme orientação médica.

Quem não deve usar: o cetoconazol não deve ser usado por mulheres grávidas ou em amamentação ou pessoas alérgicas ao cetoconazol ou outros antifúngicos como miconazol, fluconazol ou itraconazol, por exemplo

5. Alfaestradiol

O alfaestradiol é um remédio indicado para o tratamento da alopécia androgênica em homens e mulheres, que é uma condição que causa calvície devido a fatores hormonais, especialmente a testosterona, levando a uma atrofia dos folículos pilosos. 

Esse remédio age diretamente sobre a raiz do folículo piloso, o que ajuda a evitar a queda do cabelo, e pode ser encontrado em farmácias ou drogarias na forma de solução capilar para uso tópico, com o nome comercial Avicis ou Alozex, devendo ser usado com indicação de dermatologista. 

Como usar: o alfaestradiol deve ser aplicado diretamente sobre a pele do couro cabeludo, uma vez ao dia, de preferência à noite, usando o aplicador em movimentos leves, durante cerca de 1 minuto, para que aproximadamente 3 mL da solução atinja o couro cabeludo. Em seguida, deve-se massagear o couro cabeludo para melhorar a absorção do produto e lavar as mãos no fim.

Quem não deve usar: esse remédio não deve ser usado em pessoas com alergia aos componentes da fórmula, grávidas, lactantes e menores de 18 anos.

6. Acetato de ciproterona

O acetato de ciproterona pode ser indicado pelo médico para o tratamento da calvície em mulheres, devido a alterações hormonais, pois possui ação antiandrogênica.

Esse remédio deve ser usado somente com indicação médica e pode ser encontrado na forma de comprimidos de 50 mg ou 100 mg.

Como usar: o acetato de ciproterona deve ser tomado por via oral, sendo que as doses devem ser orientadas pelo médico de forma individualizada.

Quem não deve usar: o acetato de ciproterona não deve ser usado durante a gravidez, lactação, em caso de hepatopatias, síndrome de Dubin-Johnson e de Rotor, pessoas com antecedente de icterícia ou coceira persistente durante uma gestação anterior, antecedente de herpes gestacional, tumores hepáticos atuais ou anteriores, histórico de meningioma, doenças debilitantes, depressão crônica grave, história de trombose, diabetes grave com alterações vasculares, anemia falciforme ou alergia aos componentes da formulação.

Além dos medicamentos prescritos pelo médico, podem ser associados suplementos nutricionais com vitaminas, minerais e antioxidantes, como vitaminas do complexo B, vitamina C, vitamina E, zinco e aminoácidos, por exemplo, que podem contribuir para o crescimento do cabelo. Veja exemplos de suplementos para a queda de cabelo

Assista também o vídeo com a nutricionista Tatiana Zanin com dicas de como preparar uma vitamina para queda de cabelo:

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Flávia Costa - Farmacêutica, em maio de 2022.

Bibliografia

  • MACHADO, Inês de Oliveira e Carmo Cyrilo. Calvície e Alopecia Revisão Bibliográfica. Dissertação de Mestrado, 2017. Universidade Lusófona de Humanidade e Tecnologias Escola de Ciências e Tecnologias da Saúde.
  • MULINARI-BRENNER, Fabiane et al.. Understanding androgenetic alopecia. Surg Cosmet Dermatol. 4. 3; 329-337, 2011
Mostrar bibliografia completa
  • UNIÃO QUÍMICA FARMACÊUTICA NACIONAL S.A. acetato de ciproterona. 2015. Disponível em: <http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/frmVisualizarBula.asp?pNuTransacao=7936172015&pIdAnexo=2837034>. Acesso em 21 ago 2019
  • MEDLEY INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA.. cetoconazol. 2015. Disponível em: <http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/frmVisualizarBula.asp?pNuTransacao=2049312015&pIdAnexo=2499659>. Acesso em 21 ago 2019
Revisão clínica:
Flávia Costa
Farmacêutica
Formada em Farmácia pelo Centro Universitário Newton Paiva em 2003. Mestre em Ciências Biomédicas pela UBI, Portugal.

Tuasaude no Youtube

  • Vitamina poderosa para QUEDA DE CABELO

    15:27 | 1350095 visualizações
  • ALIMENTOS QUE FAZEM O CABELO CRESCER | Tati Comenta #25

    03:14 | 82395 visualizações
  • Vitamina para fortalecer o cabelo

    03:24 | 945540 visualizações