Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Aumento da Prolactina no homem: Sintomas e Tratamento

A prolactina é um hormônio que apesar de ser responsável pela produção de leite materno, no homem, tem outras funções, como relaxar o corpo após atingir o orgasmo, por exemplo.

Os valores normais da prolactina no homem variam entrem 2 a 17,7 ng/mL mas pode atingir valores muito maiores devido a doenças, uso de medicamentos que tenham este efeito colateral, ou devido a um tumor o cérebro. 

Aumento da Prolactina no homem: Sintomas e Tratamento

Sintomas do aumento da prolactina no homem

A saída de leite pelo mamilo do homem, pode estar presente em alguns casos, podendo ser observada quando o médico pressiona a região mais escura da mama. Outros sintomas são:

  • Aumento das mamas;
  • Diminuição do desejo sexual;
  • Dificuldade para manter o pênis ereto, para manter um contato íntimo satisfatório;
  • Diminuição do número de espermatozoides;
  • Redução dos pelos do corpo;
  • Infertilidade;
  • Osteoporose. 

Outros sinais e sintomas menos comuns são a dor de cabeça, alterações na visão devido a atrofia do nervo ótico e paralisia de pares cranianos, que são mais frequentes nos homens do que nas mulheres, provavelmente porque nos homens os tumores geralmente são maiores que nas mulheres.

Causas do aumento da prolactina no homem

Alguns exemplos de remédios que levam ao aumento da prolactina masculina são:

  • Antidepressivos: alprazolam, fluoxetina, paroxetina;
  • Remédios para eplepsia: haloperidol, risperidona, clorpromazina;
  • Remédios para o estômago e enjôo: cimetidina e ranitidina; metoclopramida, domperidoa e cisaprida;
  • Remédios para pressão alta: reserpina, verapamil, metildopa, atenolol.

Além dos remédios, os tumoresda cabeça, do cérebro ou da hipófise também podem causar aumento da prolactina no sangue. Doenças como sarcoidose, tuberculose, aneurisma e radioterapia na cabeça também podem estar envolvidos, assim como a insuficiência renal, cirrose hepática e hipotireoidismo. 

Exame da prolactina para homens

Nos homens os valores da prolactina devem ser de no máximo 20 ng/mL, e quanto maior esse valor, maior o risco de um tumor chamado prolactinoma.

Ao observar este aumento no exame de sangue o médico pode solicitar exames de imagem para avaliar melhor a glândula. Exames que também podem ser solicitados são o Raio-X da cabeça e a Ressonância Magnética. 

Tratamento para baixar a prolactina

O tratamento é indicado para combater a infertilidade, os problemas sexuais e fortalecer os ossos. Para isso pode ser preciso tomar medicamentos como Bromocriptina e Cabergolina (lisurida, pergolida, quinagolida). 

A cirurgia é indicada para retirar o tumor, quando este é grande ou está aumentando de tamanho. A radioterapia nem sempre é indicada porque a taxa de sucesso não é muito alta. 

O exame deve ser repetido a cada 2 ou 3 meses no primeiro ano de tratamento, e a seguir a cada 6 meses ou de ano a ano, como o endocrinologista preferir.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...