Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Pata-de-vaca: Para que serve e Como usar

Atualizado em Março 2019

A pata-de-vaca é uma planta medicinal, também conhecida como mão-de-vaca ou unha-de-boi, conhecida popularmente como remédio natural para diabetes, mas que carece de comprovação científica desse fato em humanos.

A pata-de-vaca é uma árvore brasileira com um tronco espinhoso, que mede de 5 à 9 metros de altura, e que produz flores grandes e exóticas, geralmente brancas.

O seu nome científico é Bauhinia forficata e as suas folhas secas podem ser compradas em lojas de produtos naturais e em algumas farmácias de manipulação. Outros nomes populares são capa-de-bode, casco-de-burro, casco-de vaca, ceroula-de-homem, miroró, mororó, pata-de-boi, pata-de-veado, unha-de-anta e unha-de-vaca.

Pata-de-vaca: Para que serve e Como usar
Pata-de-vaca: Para que serve e Como usar

Para que serve 

As propriedades da pata-de-vaca incluem sua ação antioxidante, analgésica, diurética, laxante, purgativa, hipocolesterolemiante e vermífuga, por isso, pode ser indicada como forma de complementar o tratamento de:

  • Cálculos na bexiga ou nos rins;
  • Hipertensão arterial;
  • Hemofilia;
  • Anemia;
  • Obesidade;
  • Doenças do coração;
  • Doenças do sistema urinário.

Além disso, alguns estudos realizados em ratos afirmam que a pata-de-vaca possui ação hipoglicemiante, podendo ser indicada para auxiliar no tratamento da diabetes, já que é capaz de diminuir os níveis de glicose no sangue.

É importante que antes de usar a pata-de-vaca para diminuir os níveis de glicose no sangue o médico seja consultado, uma vez que seus efeitos no organismo humano e relacionados com a diabetes, bem como a quantidade mínima e máxima recomendada, ainda está sendo estudado. Saiba mais sobre a relação do chá de pata-de-vaca e a diabetes.

Como usar 

Para fins medicinais podem ser usadas suas folhas, casca e flores.

  • Chá de pata-de-vaca: Adicionar 20g folhas de pata-de-vaca em 1 litro de água fervente e deixar repousar por 5 minutos. Beber o chá, coado 3 vezes ao dia;
  • Extrato seco de pata-de-vaca: 250 mg ao dia;
  • Tintura de pata-de-vaca: 30 a 40 gotas três vezes ao dia.

Essas formas de uso devem ser usadas após recomendação do médico ou fitoterapeuta, já que a ação dessa planta no organismo ainda não é muito bem estabelecida, bem como as quantidades máximas e mínimas recomendadas para consumo. 

Efeitos colaterais e contraindicações

O consumo da pata-de-vaca não é recomendado para mulheres grávidas, que estejam em fase de amamentação e para crianças com menos de 12 anos. Além disso, pessoas que possuem hipoglicemia também não devem consumir esse já, uma vez que acredita-se que seja capaz de diminuir ainda mais a quantidade de glicose no sangue.

O consumo crônico dessa planta pode favorecer o desenvolvimento do hipotireoidismo e a formação do bócio endêmico, além de resultar em diarreias crônicas e alteração no funcionamento dos rins devido a sua ação purgante, laxativa e diurética.


Bibliografia

  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE DIABETES. O Chá de Pata de Vaca e o Diabetes. Link: <www.diabetes.org.br>. Acesso em 26 Mar 2019
  • RAJANI, G. P.; ASHOK, Purnima. In vitro antioxidant and antihyperlipidemic activities of Bauhinia variegata Linn. Indian J Pharmacol. Vol. 41. 5 ed; 227-232, 2009
Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem