Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que fazer na Crise de Epilepsia

Quando um paciente tem uma crise de epilepsia, é normal desmaiar e ter convulsões, que são contrações violentas e involuntárias dos músculos, o que pode levar o indivíduo a ficar se debatendo e salivando e mordendo a língua e, geralmente, as crises duram, em média, entre 2 a 3 minutos, sendo necessário:

  • Colocar a vítima de lado com a cabeça para baixo, que é conhecida por posição lateral de segurança, como mostra a imagem 1, para respirar melhor e evitar se engasgar com a saliva ou vômito;
  • Colocar um apoio em baixo da cabeça, como um travesseiro ou casaco dobrado, para prevenir que o indivíduo bata a cabeça no chão e cause algum traumatismo;
  • Desapertar roupas muito apertadas, como cintos, gravatas ou camisas, como mostra a figura 2;
  • Não segurar os braços ou pernas, para evitar roturas musculares ou fraturas nem se machucar devido aos movimentos descontrolados;
  • Retirar objetos que estejam próximos e possam cair em cima do paciente;
  • Não colocar as mãos nem qualquer objeto na boca do paciente, pois pode morder os dedos ou se engasgar;
  • Não dar de beber nem comer pois o individuo pode asfixiar;
  • Contar o tempo que dura a crise de epilepsia.
Colocar de lado Colocar de lado
Apoiar a cabeçaApoiar a cabeça
Desapertar as roupasDesapertar as roupas
Não tocar Não tocar
Manter a segurança Manter a segurança

Além disso, quando ocorre uma crise de epilepsia é importante ligar para o 192, para ser levado ao hospital, principalmente caso dure mais do que 5 minutos ou se repita.

De forma geral, um epilético que já conhece a sua doença possui um cartão informando a sua condição com dados sobre o medicamento que toma habitualmente, como Diazepam, o telefone do médico ou familiar que deve ser chamado e até mesmo o que fazer em caso de crise convulsiva. Saiba mais em: Primeiros socorros para convulsão.

Após uma crise de epilepsia é normal que a pessoa permaneça 10 a 20 minutos num estado de apatia, permanecendo arada, com olhar vazio e com aspeto cansado, como se estivesse dormindo.

Além disso, nem sempre o indivíduo tem consciência do que aconteceu, por isso, é importante dispersar as pessoas para permitir a circulação de ar e a recuperação do epilético seja mais rápida e sem constrangimentos.

Como evitar uma crise de epilepsia

Para evitar o surgimento de crises epiléticas deve-se evitar algumas situações que podem favorecem o seu aparecimento, como por exemplo: 

  • Mudanças súbitas de intensidade luminosa, como luzes piscando;
  • Ficar muitas horas sem dormir ou descansar;
  • Consumo exagerado de bebidas alcoólicas;
  • Febre alta por longos períodos;
  • Ansiedade excessiva;
  • Cansaço excessivo;
  • Consumo de drogas ilícitas;
  • Hipoglicemia ou hiperglicemia;
  • Tomar somente os medicamentos receitados pelo médico.

Durante uma crise epilética o paciente perde a consciência, apresenta espasmos musculares que sacodem o corpo ou pode simplesmente tornar-se confuso e desatento. Conheça mais sintomas em: Sintomas de epilepsia.

Para saber como tratar a epilepsia e evitar as crises leia: Epilepsia.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...