Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Mesigyna anticoncepcional

O Mesigyna é um anticoncepcional em injetável, que tem na composição dois hormônios, o enantato de noretisterona e o valerato de estradiol, indicados para prevenir a gravidez.

Este medicamento deve ser administrado todos os meses por um profissional de saúde e está disponível também em genérico. Ambos podem ser comprados em farmácias por um preço de cerca de 11 a 26 reais, mediante a apresentação de receita médica.

Mesigyna anticoncepcional

Como usar

O Mesigyna deve ser administrado por via intramuscular profunda, de preferência na região glútea, imediatamente após a sua preparação, a cada 30 dias, podendo, no entanto, ser administrada 3 dias antes ou 3 dias depois.

A primeira injeção deve ser administrada no primeiro dia da menstruação, caso a mulher não esteja a usar nenhum método contraceptivo. Caso a pessoa esteja mudando de um contraceptivo oral combinado, anel vaginal ou adesivo transdérmico, deve iniciar o Mesigyna imediatamente após a ingestão do último comprimido ativo da cartela ou no dia da retirada do anel ou do adesivo.

Caso a mulher esteja a tomar uma minipílula, a injeção pode ser administrada em qualquer dia, no entanto, deve-se usar preservativo nos 7 dias seguintes à troca do anticoncepcional.

Quem não deve usar

O Mesigyna não deve ser usado em mulheres com hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da fórmula, com história de trombose ou embolia pulmonar, infarto ou AVC, presença de alto risco para formação de coágulos, história de enxaqueca grave, diabetes mellitus com lesão dos vasos sanguíneos, história de doença ou tumor no fígado, história de câncer que se pode desenvolver devido aos hormônios sexuais, em casos de sangramento vaginal sem explicação, gravidez ou suspeita de gravidez.

Além disso, este anticoncepcional deve ser usado com cautela em pessoas com história de problemas cardíacos.

Conheça outros métodos contraceptivos usados para prevenir a gravidez.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com Mesigyna são náuseas, dor abdominal, aumento de peso corporal, dor de cabeça, depressão ou alterações de humor e dor e hipersensibilidade nas mamas.

Além disso, embora seja mais raro, também podem ocorrer vômitos, diarreia, retenção de líquidos, enxaqueca, diminuição do desejo sexual, aumento do tamanho das mamas, erupção cutânea e urticária.

O Mesigyna engorda?

Um dos efeitos colaterais mais comuns causados pelo anticoncepcional Mesigyna é o aumento de peso, por isso, é provável que algumas mulheres engordem durante o tratamento.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar