Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Laqueadura de Trompas: Como é Feita a cirurgia e Efeitos Colaterais

A laqueadura de trompas, também conhecida como ligadura tubária, é um método contraceptivo permanente no qual as trompas de Falópio são cortadas através de uma cirurgia, impedindo que a mulher possa voltar a engravidar.

Geralmente, a laqueadura não é reversível, no entanto, dependendo do tipo de laqueadura selecionada pela mulher, pode haver uma pequena chance de poder engravidar novamente, mesmo após a cirurgia. Assim, o tipo de laqueadura deve ser discutido com o ginecologista para encontrar a melhor solução para a mulher.

Locais de corte para a laqueadura
Locais de corte para a laqueadura
Como é feita a laqueadura
Como é feita a laqueadura

Como é feita a laqueadura 

A laqueadura de trompas é feita através de uma cirurgia que bloqueia as trompas de Falópio da mulher, barrando o encontro entre o espermatozoide e o óvulo, impedindo assim a fertilização.

Para tal, o médico pode colocar um anel que obstrui as trompas ou fazer um corte, por exemplo, no entanto outros métodos incluem queimar uma parte das trompas, usar clipes de titânio ou utilizar fio de sutura.

Durante 3 semanas após a cirurgia para laqueadura, a mulher não deve ter contato íntimo e deve evitar fazer tarefas pesadas, como limpar a casa ou ir na academia, por exemplo. 

Veja também como é feita a vasectomia, um método contraceptivo permanente no homem.

Quem pode fazer a laqueadura de trompas

No Brasil, podem fazer laqueadura pelo SUS, as mulheres com mais de 25 anos ou com 2 ou mais filhos, por exemplo, que já não desejem engravidar. Na maioria das vezes, a mulher pode fazer a laqueadura após a cesárea, evitando ter que fazer uma nova cirurgia.

Quais as vantagens e desvantagens

Algumas vantagens da laqueadura tubária incluem:

  • Método contraceptivo permanente;
  • Risco quase nulo de engravidar;
  • Não tem efeitos colaterais a longo prazo;
  • Não interfere com a amamentação
  • Não é necessário utilizar outros método contraceptivos.

Porém, este tipo de contracepção também tem algumas desvantagens, como necessitar ser realizada através de cirurgia e, por isso, haver a possibilidade de ocorrerem complicações cirúrgicas como hemorragia, infecção ou lesões em outros órgãos internos, por exemplo.

Além disso, é um método irreversível e, por isso, a pessoa deve ter a certeza antes de decidir fazê-lo. Conheça outros métodos contraceptivos que evitam uma gravidez indesejada.

Possíveis efeitos colaterais

Embora seja raro, podem surgir algumas complicações imediatas, como infecção ou hemorragia, lesão de órgãos internos e acidentes anestésicos 

A mulher pode engravidar?

A laqueadura tubária tem uma eficácia de cerca de cerca de 99 %, o que significa que 1 em cada 100 mulheres que são submetidas a este procedimento cirúrgico, ficam grávidas, no entanto, a eficácia também vai depender do método utilizado. A laqueação pós-parto é um dos métodos mais eficazes, ao contrário da colocação de anéis ou clips.

A gravidez é rara entre as mulheres submetidas à laqueação de trompas. No entanto, se ocorrer uma gravidez, o mais provável é que se trate de uma gravidez ectópica, que requer socorro médico. Saiba identificar os sintomas de uma gravidez ectópica.


Bibliografia

  • DIREÇÃO GERAL DE SAÚDE - LISBOA. Saúde Reprodutiva - Planeamento Familiar. 2008. Link: <>. Acesso em 30 Abr 2019
Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem