Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é Hipoparatireoidismo e como identificar

Hipoparatireoidismo é a doença provocada pela secreção insuficiente do hormônio PTH, também chamado de paratormônio, pelas glândulas paratireoides, que ficam localizadas junto à tireoide.

O PTH é um hormônio importante para manter os níveis de cálcio adequados na circulação, e uma das consequências da sua falta no organismo é a queda dos níveis de cálcio no sangue, conhecida como hipocalcemia, que pode provocar fraquezas, espasmos musculares, alterações ósseas, sintomas neurológicos ou alterações cardíacas, por exemplo. Saiba mais em Hipocalcemia.

O hipoparatireoidismo é uma doença rara, e a sua principal causa é a lesão ou remoção das paratireoidies durante uma cirurgia do pescoço. Outras causas possíveis são doenças genéticas, auto-imunes ou radioterapia do pescoço, por exemplo, ou mesmo ser de causa idiopática, quando não se conhece a causa. Já o pseudo-hipoparatireoidismo acontece quando os níveis de PTH estão normais, mas o organismo está insensível ao seu efeito.

O que é Hipoparatireoidismo e como identificar

Principais sintomas

Os sintomas do hipoparatireoidismo e do pseudo-hipoparatireoidismo estão relacionados, principalmente, com a hipocalcemia e hiperfosfatemia. A intensidade dos sintomas depende da gravidade e da velocidade da perda dos níveis de cálcio, assim, em casos mais crônicos e leves, pode não haver qualquer sintoma, e a doença ser detectada em exames de rotina. 

Alguns dos principais sintomas são:

  • Formigamentos nas extremidades do corpo, como mãos, pés ou boca;
  • Espasmos musculares;
  • Cãibras;
  • Fraqueza ou dores musculares;
  • Convulsões;
  • Crises de asma;
  • Comprometimento dos batimentos cardíacos;
  • Alterações em pele, unhas e cabelos, que ficam mais secos, fracos e quebradiços;
  • Catarata;
  • Alterações do movimento, devido à calcificações de uma área do cérebro responsáveis pelos movimentos, chamada de gânglios da base.

A falta de PTH pode, ainda levar a alterações ósseas, levando a um aumento da massa óssea que pode levar a alterações na sua estrutura. 

Como é feito o tratamento

O tratamento do hipoparatireoidismo busca, principalmente, controlar a hipocalcemia. Ele é orientado pelo endocrinologista de acordo com a causa, a gravidade dos sintomas e os níveis de cálcio no sangue.

Quando há uma hipocalcemia severa ou com sintomas preocupantes, como convulsões, espasmos ou alterações cardíacas, geralmente quando o cálcio está abaixo de 7,5mg/dl, é necessário o tratamento no hospital, com a reposição de cálcio na veia, com gluconato de cálcio ou cloreto de cálcio. 

Já quando a hipocalcemia é leve e crônica, o tratamento consiste na reposição de cálcio e vitamina D por via oral. O magnésio ajuda a estimular a secreção do PTH, por isso, pode ser útil, especialmente quando seus níveis estão baixos. Outros remédios, como diuréticos tiazídicos ou reposição de PTH recombinante podem ser orientados pelo endocrinologista, a depender de cada caso. 

Causas do hipoparatireoidismo

O hipoparatireoidismo pode ter diversas causas, que incluem:

  • Pós-cirurgia: acontece quando as paratireoides são lesionadas ou retiradas durante uma cirurgia realizada no pescoço, geralmente, devido a um tumor na região ou para a retirada da tireoide, devido a um câncer ou presença de nódulos. Confira quando a retirada da tireoide é necessário e como é a recuperação;
  • Doenças autoimunes: quando o organismo desenvolve anticorpos que atacam as próprias células, podendo atingir as paratireoides;
  • Causas genéticas: como uma mutação no gene do PTH ou a síndrome de DiGeorge, por exemplo. Entenda como esta doença afeta os recém nascidos e como tratar;
  • Doenças infiltrativas: como hemocromatose, doença de Wilson ou mesmo um câncer, que afetam as estruturas das glândulas paratireoides;
  • Irradiação das paratireoides: acontece, geralmente, devido à realização de radioterapia para tratamento de câncer localizado na região do pescoço.

O hipoparatireoidismo pode, ainda, ser desencadeado por uma deficiência persistente de magnésio, pois este eletrólito é importante para a secreção correta e ação do PTH no organismo.

O que é pseudo-hipoparatireoidismo

O pseudo-hipoparatireoidismo é uma doença em que mutações genéticas, que podem ser hereditárias, fazem com que os tecidos do organismo fiquem insensíveis à ação do PTH.

Desta forma, no pseudo-hipoparatireoidismo, mesmo que os níveis de PTH estejam normais, não há efeitos no organismo, portanto, o quadro clínico é semelhante ao do hipoparatireoidismo. 

O tratamento consiste na gestão dos níveis de cálcio e outros sais minerais e vitaminas, como magnésio, fosfato e vitamina D, de forma a evitar as complicações da doença. 

Mais sobre este assunto:


Carregando
...