Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Hepatite Medicamentosa: o que é, causas, sintomas e tratamento

A hepatite medicamentosa é uma grave inflamação do fígado causada pelo uso prolongado de alguns tipos de medicamentos, especialmente aqueles que têm capacidade para causar irritação do fígado, como o Paracetamol ou a Nimesulida, o que pode resultar em hepatite aguda ou hepatite fulminante, por exemplo.

O desenvolvimento da hepatite medicamentosa pode estar relacionada, em alguns casos, com o uso em excesso de alguns medicamentos ou com a sua toxicidade, o que faz com que o remédio atinja diretamente as células do fígado. Em outros casos, a hepatite medicamentosa pode acontecer devido à hipersensibilidade da pessoa a determinado medicamento.

A hepatite medicamentosa não se pega pois ela não é contagiosa, sendo somente causada pelo uso de substâncias que prejudicam o funcionamento do fígado.

Hepatite Medicamentosa: o que é, causas, sintomas e tratamento

Principais sintomas

Os sintomas da hepatite medicamentosa surgem de forma repentina, normalmente após o uso do medicamento, sendo os principais sintomas:

  • Febre baixa;
  • Cor amarelada na pele e na parte branca dos olhos;
  • Coceira pelo corpo;
  • Dor no lado direito do abdômen;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Mal-estar;
  • Urina escura como cor de coca-cola;
  • Fezes de cor clara como argila ou massa de vidraceiro.

É importante que os sintomas da hepatite medicamentosa sejam identificados rapidamente, pois quando o tratamento é feito nas fases iniciais da doença, é possível controlar os sintomas e diminuir a inflamação do fígado.

Teste online de sintomas de hepatite

Caso tenha suspeita de que possa estar com algum tipo de hepatite, selecione o que está sentindo para saber o seu risco:

  1. 1. Dor na região superior direita da barriga
  2. 2. Cor amarelada nos olhos ou na pele
  3. 3. Fezes amareladas, cinzentas ou esbranquiçadas
  4. 4. Urina escura
  5. 5. Febre baixa constante
  6. 6. Dor nas articulações
  7. 7. Perda de apetite
  8. 8. Enjoos ou tonturas frequentes
  9. 9. Cansaço fácil e sem razão aparente
  10. 10. Barriga inchada
Imagem que indica que o site está carregando

Como é feito o diagnóstico

Quando há suspeita de hepatite medicamentosa, o médico normalmente solicita o hepatograma, que corresponde a um grupo de exames de sangue que são solicitados para avaliar o funcionamento do fígado, sendo os exames realizados TGO, TGP, GGT, albumina, bilirrubina, lactato desidrogenase e tempo de protrombina. Esses exames normalmente são solicitados juntos e fornecem informações importantes sobre a condição do fígado, estando alterados quando há alguma lesão, já que são marcadores muito sensíveis, além da solicitação da dosagem sanguínea de medicamentos que se suspeita que tenham causado a hepatite.

Além destes exames, o médico também pode pedir a biópsia do fígado para auxiliar o diagnóstico e diferenciá-lo de outros tipos de hepatite. Veja mais sobre os exames que avaliam o fígado.

O que pode causar hepatite medicamentosa

A hepatite medicamentosa pode ser causada por anabolizantes, produtos tóxicos utilizados em ambiente industrial e medicamentos, sendo os principais:

ParacetamolNimesulidaTiazolidinedionas
EritromicinaEstatinasTolcapona
AmiodaronaAntidepressivos tricíclicosFluoroquinolonas
TetraciclinasIsoniazidaRifampicina
AcetaminofenoHalotanoValproato de sódio
FenitoínaAmoxicilina-clavulonatoExtrato de valeriana
OxifenisatinaMetildopa 

Em alguns raros casos, o Roacutan, um medicamento utilizado para o tratamento da acne severa, pode causar hepatite medicamentosa, mas que desaparece com a diminuição da dose do medicamento ou a sua suspensão.

É importante ressaltar que a hepatite medicamentosa não ocorre em todos os pacientes que tomam estes medicamentos, mas sim naqueles possuem uma maior sensibilidade a estes ou que fizeram uso em grandes doses, causando toxicidade ao fígado.

O uso de Ivermectina pode causar hepatite medicamentosa?

A hepatite medicamentosa é uma complicação pouco comum, no entanto, tende a acontecer em pessoas que utilizam algum medicamento em doses elevadas, por um período de tempo superior ao recomendado e sem orientação médica.

Uma vez que a ivermectina está indicada para o tratamento agudo de infecções por parasitas, não se conhece quais podem ser seus efeitos quando utilizada muito frequentemente ou por um longo prazo. Assim, se utilizada de forma incorreta, é possível que a ivermectina possa causar hepatite medicamentosa.

O ideal é que o uso da ivermectina seja sempre feito com orientação de um médico, seguindo à risca a dose e o tempo de tratamento indicados. Veja em que situações é indicada a ivermectina e sua relação com a COVID-19.

Como evitar a hepatite medicamentosa

Como formas de prevenção da hepatite medicamentosa recomenda-se só tomar medicamentos receitados pelo médico e nunca exceder as doses recomendadas.

Além disso, pessoas que trabalham em ambientes industriais e são diariamente expostos a produtos tóxicos, devem utilizar vestimentas adequadas e máscaras para evitar a inalação desses produtos, evitando a irritação do fígado e desenvolvimento da hepatite medicamentosa.

Como é feito o tratamento

O tratamento para hepatite medicamentosa consiste na suspensão imediata do medicamento, ou a exposição a qualquer substância tóxica que pode ter causado a doença.

Quando esta medida não é o suficiente, o médico pode prescrever corticoides por um período de aproximadamente 2 meses ou até a normalização dos exames do fígado. Normalmente após 1 a 3 anos o paciente deve ser novamente examinada para avaliar como está seu fígado.

O que comer na hepatite medicamentosa

A dieta para hepatite medicamentosa consiste em beber bastante água e aumentar o consumo de alimentos naturais como legumes, verduras, frutas e cereais, diminuindo o consumo de alimentos ricos em gorduras e as bebidas alcoólicas.

Este tipo de alimentação é importante para facilitar a desintoxicação do fígado, pois estes tipos de alimentos são mais facilmente digeridos e o fígado é menos requisitado. Veja mais detalhes da alimentação neste vídeo:

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • UPTODATE. Drug-induced liver injury. 2021. Disponível em: <https://www.uptodate.com/contents/drug-induced-liver-injury?search=hepatite%20medicamentosa&source=search_result&selectedTitle=1~150&usage_type=default&display_rank=1>. Acesso em 30 Abr 2021
Mais sobre este assunto:

Carregando
...