Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Hepatite Medicamentosa: o que é, causas, sintomas e tratamento

A Hepatite medicamentosa é uma grave inflamação do fígado causada pelo uso prolongado de medicamentos que podem causar irritação no fígado, o que pode resultar na hepatite aguda ou hepatite fulminante, por exemplo.

O desenvolvimento da hepatite medicamentosa pode estar relacionada, em alguns casos, com o uso em excesso de alguns medicamentos ou com a sua toxicidade, o que faz com que o remédio atinja diretamente as células do fígado. Em outros casos, a hepatite medicamentosa pode acontecer devido à hipersensibilidade da pessoa a determinado medicamento.

A hepatite medicamentosa não se pega pois ela não é contagiosa, sendo somente causada pelo uso de substâncias que prejudicam o funcionamento do fígado.

Hepatite Medicamentosa: o que é, causas, sintomas e tratamento

O que pode causar hepatite medicamentosa

A hepatite medicamentosa pode ser causada por anabolizantes, produtos tóxicos utilizados em ambiente industrial e medicamentos, sendo os principais:

ParacetamolNimesulidaTiazolidinedionas
EritromicinaEstatinasTolcapona
AmiodaronaAntidepressivos tricíclicosFluoroquinolonas
TetraciclinasIsoniazidaRifampicina
AcetaminofenoHalotanoValproato de sódio
FenitoínaAmiodaronaExtrato de valeriana
OxifenisatinaMetildopaIsoniazida 

Em alguns raros casos, o Roacutan, um medicamento utilizado para o tratamento da acne severa, pode causar hepatite medicamentosa, mas que desaparece com a diminuição da dose do medicamento ou a sua suspensão.

É importante ressaltar que a hepatite medicamentosa não ocorre em todos os pacientes que tomam estes medicamentos, mas sim naqueles possuem uma maior sensibilidade a estes.

Como prevenir a hepatite medicamentosa

Como formas de prevenção da hepatite medicamentosa recomenda-se só tomar medicamentos receitados pelo médico e nunca exceder as doses recomendadas.

Além disso, pessoas que trabalham em ambientes industriais e são diariamente expostos a produtos tóxicos, devem utilizar vestimentas adequadas e máscaras para evitar a inalação desses produtos, evitando a irritação do fígado e desenvolvimento da hepatite medicamentosa.

Hepatite Medicamentosa: o que é, causas, sintomas e tratamento

Principais sintomas

Os sintomas da hepatite medicamentosa surgem de forma repentina, normalmente após o uso do medicamento, sendo os principais sintomas:

  • Febre baixa;
  • Cor amarelada na pele e na parte branca dos olhos;
  • Coceira pelo corpo;
  • Dor no lado direito do abdômen;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Mal-estar;
  • Urina escura como cor de coca-cola;
  • Fezes de cor clara como argila ou massa de vidraceiro.

A hepatite medicamentosa pode ser identificada por meio da avaliação dos sintomas pelo médico, principalmente após a utilização de alguma medicação ou exposição a substâncias tóxicas, e resultado dos exames solicitados. Saiba como reconhecer os sintomas de hepatite medicamentosa.

Como é feito o diagnóstico

Quando há suspeita de hepatite medicamentosa, o médico normalmente solicita o hepatograma, que corresponde a um grupo de exames que são solicitados para avaliar o funcionamento do fígado, sendo os exames realizados TGO, TGP, GGT, albumina, bilirrubina, lactato desidrogenase e tempo de protrombina. Esses exames normalmente são solicitados juntos e fornecem informações importantes sobre a condição do fígado, estando alterados quando há alguma lesão, já que são marcadores muito sensíveis.

Além destes exames a biópsia do fígado, pode auxiliar o diferenciá-la dos outros tipos de hepatite. Veja mais sobre os exames que avaliam o fígado.

Tratamento para hepatite medicamentosa

O tratamento para hepatite medicamentosa consiste na suspensão imediata do medicamento, ou a exposição a qualquer substância tóxica que pode ter causado a doença.

Quando esta medida não é o suficiente, o médico pode prescrever corticoides por um período de aproximadamente 2 meses ou até a normalização dos exames do fígado. Normalmente após 1 a 3 anos o paciente deve ser novamente examinada para avaliar como está seu fígado.

O que comer na hepatite medicamentosa

A dieta para hepatite medicamentosa consiste em beber bastante água e aumentar o consumo de alimentos naturais como legumes, verduras, frutas e cereais, diminuindo o consumo de alimentos ricos em gorduras e as bebidas alcoólicas.

Este tipo de alimentação é importante para facilitar a desintoxicação do fígado, pois estes tipos de alimentos são mais facilmente digeridos e o fígado é menos requisitado. Veja mais detalhes da alimentação neste vídeo:

DIETA PARA HEPATITE

120 mil visualizações

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade

LIVE | Saúde da Prostata

A Tatiana e o Manuel vão estar te esperando num encontro informal para falar tudo sobre problemas na próstata.

A sua presença vai fazer o evento ser mais especial.

Se inscreva e receba uma notificação quando começar, para não perder nenhum minuto.

Inscreva-se
* Não perca a oportunidade de fazer perguntas e participar deste momento em homenagem ao Novembro Azul.

Estamos ao vivo agora! Vem falar com a gente!

A Tati e o Manuel falam sobre problemas na próstata, o preconceito dos homens a respeito do exame de toque retal, e até sobre impotência sexual, que pode ser um complicação da detecção tardia desse tipo câncer.

Participe agora
* Vamos responder todas as perguntas que chegarem, sem tabus. Estamos te esperando!
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem