Grânulos de Fordyce: o que são, sintomas, causas e tratamento

Revisão médica: Drª. Aleksana Viana
Dermatologista
junho 2022

Os grânulos de Fordyce são pequenos pontos amarelados ou esbranquiçados que podem surgir nos lábios, no interior das bochechas ou nos genitais. Estes grânulos são na verdade glândulas sebáceas aumentadas que não causam dor, nem trazem qualquer consequência para a saúde.

Os grânulos de Fordyce podem surgir em qualquer idade, mas são mais frequentes na puberdade devido às alterações hormonais. Não estão relacionados a doenças como HIV, herpes, verrugas genitais ou câncer, por exemplo.

Apesar dos grânulos de Fordyce não representarem risco para a saúde e nem necessitarem de tratamento, algumas pessoas podem desejar eliminar esses grânulos por uma questão de estética, podendo ser recomendado pelo dermatologista o uso de cremes ou realização de cirurgia a laser, por exemplo.

Sintomas de grânulos de Fordyce

Os sintomas dos grânulos de Fordyce são o aparecimento de pequenos pontos amarelos ou esbranquiçados, medindo cerca de 1 a 3 mm, que podem apresentar-se de forma isolada ou agrupados, e surgir na região da boca ou dos genitais. Os grânulos de Fordyce na boca aparecem geralmente no lábio superior, parte interna dos lábios, bochecha ou gengivas.

Na região genital, principalmente nos homens, é comum o aparecimento de grânulos de Fordyce no corpo do pênis, glande, prepúcio ou testículos, podendo também ter uma cor avermelhada. No entanto, o aparecimento de bolinhas no pênis pode ser também sinal de doença infecciosa e, por isso, é importante consultar o urologista. Confira outras causas de caroço no pênis.

Além disso, os grânulos de Fordyce também podem surgir na região genital feminina, nos lábio vaginais.

Os grânulos de Fordyce não provocam dor nem irritação, alterando somente a estética da região onde surgem. Na presença de algum destes sintomas, o dermatologista deve ser consultado para que seja feito o diagnóstico e iniciado o tratamento mais adequado, caso haja necessidade.

Possíveis causas

O aparecimento dos grânulos de Fordyce está normalmente relacionada com as alterações hormonais, o que pode levar à obstrução das glândulas sebáceas e resultar no aparecimento dos grânulos. É comum que os grânulos de Fordyce fiquem maiores e mais visíveis durante a adolescência devido à variação dos níveis de hormônios, no entanto, podem estar presentes desde o nascimento. Veja outras alterações comuns na adolescência.

Apesar de poderem aparecer em qualquer pessoa, os grânulos de Fordyce são mais frequentes em homens e em pessoas com pele muito oleosa.

Grânulos de Fordyce são contagiosos?

Como os grânulos de Fordyce estão relacionados com alterações hormonais, não são contagiosos, uma vez que não estão relacionados com agentes infecciosos como bactérias ou vírus, surgindo de forma natural na região da boca ou dos genitais.

Como é feito o tratamento

O tratamento dos grânulos de Fordyce é feito apenas por razões estéticas e nem sempre se consegue eliminar totalmente as lesões. Assim, algumas das opções que podem ser recomendadas pelo dermatologista são:

  • Uso de pomadas e cremes, como tretinoína ou ácido dicloroacético, que ajudam a eliminam alterações da pele, mas só devem ser usados com indicação de um dermatologista;
  • Técnica de micro-punção, que é feita aplicando uma anestesia local e depois o médico usa um aparelho para retirar os grânulos da pele;
  • Laser de CO2, em que o médico usa um forte raio de luz que elimina os grânulos da pele, no entanto esta técnica pode deixar cicatrizes e, por isso, só deve ser feita por um dermatologista.

Estas técnicas de tratamento podem ser usadas para eliminar ou disfarçar os grânulos de Fordyce de todas as partes do corpo, mesmo na região genital. Remédios naturais como o óleo de jojoba, vitamina E ou o extrato de argan podem também ser utilizados no tratamento dos grânulos de Fordyce em associação com os tratamentos medicamentosos.

É importante evitar espremer os grânulos de Fordyce em casa, pois essa técnica não provoca a sua eliminação e pode até aumentar o risco de infecção da pele.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em junho de 2022. Revisão médica por Drª. Aleksana Viana - Dermatologista, em fevereiro de 2016.

Bibliografia

  • LEE, J. H.; et al. Clinicopathologic Manifestations of Patients with Fordyce's Spots. Ann Dermatol. 24. 1; 103–106, 2012
  • LEUNG, A. K. C.; BARANKIN, B. Fordyce Spots. Clin Case Rep Rev. 1. 6; 121-122, 2015
Mostrar bibliografia completa
  • OLIVIER, J. H. Fordyce granules on the prolabial and oral mucous membranes of a selected population. SADJ. 61. 2; 072-4, 2006
  • FERNANDEZ-FLORES, A.; RODRIGUEZ PERALTO, J. L. Mismatch Repair Protein Expression in Fordyce Granules.. Appl Immunohistochem Mol Morphol. 25. 3; 209-212, 2017
  • SAHA, A.; BANDYOPADHYAY, D. Fordyce's spots. Indian Pediatr. 52. 3; 266, 2015
Revisão médica:
Drª. Aleksana Viana
Dermatologista
Especialista em Dermatologia pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, em 2007 com registro profissional no CRM/PE – 16907.

Tuasaude no Youtube

  • O que significam as ALTERAÇÕES NO PÊNIS (coceira, manchas, espinhas...)

    03:57 | 442970 visualizações