Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Entenda como é feita a Fertilização in vitro

A fertilização in vitro é o nome que se dá à implantação de embriões, fertilizados em laboratório, no útero da mulher para que se desenvolvam e permitam uma gravidez.

Esta é uma das técnicas de reprodução assistida mais utilizadas atualmente e pode ser realizada em clínicas e hospitais privados e até mesmo pelo SUS, desde que o casal não consiga engravidar espontaneamente em 1 ano de tentativas sem o uso de nenhum método anticoncepcional.

Entenda como é feita a Fertilização in vitro

Preço da fertilização in vitro

O preço da técnica de fertilização in vitro varia de acordo com a clínica selecionada, mas, normalmente, varia entre os 10 e os 12 mil R$. No entanto, é possível requisitar gratuitamente a técnica no SUS, desde que o casal não consiga engravidar após 1 ano de tentativas.

Passo-a-passo da fertilização in vitro

Esta técnica consiste em:

  1. Estimulação dos ovários com o uso de medicamentos para produzirem óvulos;
  2. Coleta dos óvulos através da aspiração transvaginal com ultrassom;
  3. Introdução dos espermatozoides dentro do mesmo vidro onde estão os óvulos;
  4. Observação da fertilização dos óvulos;
  5. Implantação de um ou mais embriões no útero da mulher.

Nem sempre é possível chegar ao 5º passo, pois podem ocorrer algumas falhas durante o processo inicial. Neste caso, será necessário realizar uma nova tentativa de fertilização in vitro, utilizando embriões não utilizados que tenham sido previamente congelados em nitrogênio líquido.

Se a fertilização in vitro for considerada um sucesso, após alguns dias a mulher deverá começar a sentir os sintomas da gravidez, e deverá comprová-la através do teste de gravidez.

Principais riscos da fertilização in vitro

Um dos riscos mais comuns da fertilização in vitro é a gravidez de gêmeos devido à presença de vários embriões dentro do útero da mulher. No entanto, também existe um risco acrescido de parto prematuro ou baixo peso do bebê ao nascer.

Segundo as últimas pesquisas científicas, bebês que nascem por técnicas de fertilização in vitro também têm maior risco de desenvovler os seguintes problemas:

  • Falha cardíaca;
  • Lábio leporino;
  • Alteração no esôfago;
  • Malformação do reto;
  • Síndrome de Algeman;
  • Síndrome de Beckwith-Wiedemann

O estresse emocional que envolve o processo de fertilização in vitro pode ainda provocar na mulher choro, cansaço, ansiedade, alterações do sono ou da alimentação e dificuldade de concentração. Isto pode ser atenuado com uma alimentação equilibrada, exercícios físicos leves e massagens de relaxamento.

Onde fazer a fertilização in vitro

A fertilização in vitro pode ser realizada na rede pública nos seguintes locais:

  • Centro de Referência em Saúde da Mulher do Hospital Pérola Byington de Sao Paulo;
  • Hospital Universitário de Ribeirão Preto;
  • Hospital das Clínicas de São Paulo;
  • Santa Casa do Rio de Janeiro;
  • Centro de Reprodução Assistida do Hospital Regional da Asa Sul
  • Instituto Materno Infantil de Pernambuco
  • Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais;
  • Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

Alguns hospitais oferecem a fertilização in vitro gratuitamente, sendo necessário apenas comprar os medicamentos receitados pelos médicos, enquanto outros oferecem todo o procedimento grátis pelo SUS.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...