Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Estenose de JUP: o que é, causas e tratamento

A estenose de junção uretero-pélvica (JUP), também chamada de obstrução da junção pieloureteral, é uma obstrução do trato urinário, onde um pedaço do ureter, o canal que leva a urina dos rins para a bexiga, é mais fino do que o normal, fazendo com o que a urina não desça corretamente para a bexiga, se acumulando nos rins.

A JUP normalmente é diagnosticada ainda durante a gestação ou logo após o nascimento por ser uma condição congênita, o que permite que o tratamento adequado seja feito o mais rápido possível, e reduza probabilidade de sobrecarga nos rins, e consequentemente da perda da função renal.

Alguns sinais da estenose de JUP incluem inchaço, dor e infecções urinárias recorrentes, podendo levar em casos graves, a perda do rim afetado, por isto o tratamento recomendado é a cirurgia.

Estenose de JUP: o que é, causas e tratamento

Principais sintomas 

Os sintomas da estenose de JUP podem aparecer na infância, no entanto não é incomum que se manifestam na adolescência ou vida adulta. Os sintomas mais comuns podem ser:

  • Inchaço em uma das laterais da barriga ou costas;
  • Formação de pedras nos rins;
  • Infecção urinária recorrente;
  • Dor de um lado das costas;
  • Hipertensão arterial;
  • Sangue na urina.

A confirmação da suspeita de JUP é feita por exames de imagem, como a cintilografia renal, raio X e ultrassonografias que são usados para diferenciar entre obstrução significativa, quando a urina não consegue passar do rim para a bexiga e que requer correção cirúrgica, da dilatação pielocalicial renal, que é um inchaço do rim por exemplo, em que a cirurgia não está indicada. Confira o que é a dilatação pielocalicial e como é feito o tratamento.

Em caso de suspeita de JUP, é importante procurar um nefrologista, pois a demora no diagnóstico pode levar a perda do rim afetado.

O que causa a estenose de JUP

As causas da estenose de JUP, ainda são desconhecidas, mas na maioria dos casos se trata de um problema congênito, ou seja, a pessoa nasce dessa forma. No entanto, existem causas de obstrução de JUP que também podem ser desencadeada por pedra nos rins, coágulos de sangue no ureter ou esquistossomose, por exemplo.

Em raros casos a razão da estenose pode ser por traumas no abdômen, como pancadas, ou acidentes que envolvem grande impacto nessa região.

Como é feito o tratamento 

O tratamento para a estenose de JUP é feito pela cirurgia chamada de pieloplastia, e tem como objetivo reestabelecer o fluxo normal de urina entre rim e ureter. A cirurgia tem duração de duas horas, é usado a anestesia geral, após aproximadamente 3 dias de internamento a pessoa pode voltar pra casa, e na maioria dos casos o rim consegue se recuperar da lesão que sofreu.

É possível engravidar?

A estenose de JUP não afeta a fertilidade, desta forma é possível engravidar. No entanto, é necessário a verificação do grau de lesão dos rins, se a mulher possui hipertensão arterial ou se os níveis de proteinúria são altos. Caso estes valores estejam alterados existe maior risco de problemas na gravidez, como parto prematuro ou morte materna, e por isso a gestação pode ser desaconselhada pelo nefrologista.

Bibliografia >

  • JOHNSON, J. Richard. Comprehensive Clinical Nephrology. 5.ed. Elsevier, 2016. 489-566.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem