Gliclazida (Diamicron): para que serve e como tomar

A gliclazida é um remédio antidiabético oral, indicado para o tratamento da diabetes tipo 2, pois age reduzindo os níveis de açúcar no sangue, para níveis mais próximos do normal, quando a dieta não é suficiente para manter uma glicemia adequada, e pode ser utilizada sozinha ou em associação com outros antidiabéticos orais.

Este remédio é encontrado com o nome de referência Diamicron, na forma de comprimidos de 30 ou 60 mg, mas também pode ser encontrado como genérico sob a designação “gliclazida”, ou com os nomes similares Glicaron ou Azukon.

A gliclazida pode ser comprada em farmácias ou drogarias e deve ser usada com indicação e orientação médica.

Gliclazida (Diamicron): para que serve e como tomar

Para que serve

O gliclazida é indicada para o tratamento da diabetes que não precisa ser tratada com insulina, podendo também ser usada na diabetes no idoso ou no obeso.

Além disso, a gliclazida auxilia na proteção vascular, reduzindo lesões ateroscleróticas, ou seja, o acúmulo de gordura nas artérias, podendo ser indicada pelo médico para o tratamento da diabetes com complicações vasculares.

Esse remédio age estimulando a produção de insulina pelo pâncreas, estabilizando os níveis de açúcar no sangue, e deve ser usado com indicação médica.

Como tomar

A gliclazida deve ser tomada por via oral, com um copo de água, antes do café da manhã, devendo-se fazer uma refeição logo após a ingestão do comprimido. 

A dose de gliclazida deve ser sempre indicada pelo endocrinologista de acordo com o nível de açúcar no sangue. No entanto, geralmente a dose recomendada é de 1 a 4 comprimidos por dia, sendo a dose máxima recomendada de 120 mg.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns que podem surgir durante o tratamento com a gliclazida são náuseas, vômitos, cansaço excessivo, urticária na pele, dor de garganta, má digestão, prisão de ventre ou diarreia.

Além disso, a gliclazida pode reduzir muito a quantidade de açúcar no sangue e causar hipoglicemia que pode ser percebida através dos sintomas como tremor, fraqueza, suor frio, pele pálida, visão embaçada, palpitação cardíaca, dor no peito, ansiedade, confusão mental, dificuldade para falar, sonolência. Saiba como identificar os sintomas da hipoglicemia

Quem não deve tomar

A gliclazida não deve ser usada por crianças ou adolescentes com menos de 18 anos, mulheres grávidas ou em amamentação, ou por pessoas que tenham insuficiência renal ou hepática graves, ou diabetes tipo 1.

Além disso, a gliclazida não deve ser usada por pessoas que fazem tratamento com o miconazol, ou por pessoas que tenham alergia à gliclazida ou qualquer outro componente da fórmula.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • LABORATÓRIOS SERVIER DO BRASIL LTDA. Diamicron (gliclazida). Disponível em: <https://static-webv8.jet.com.br/drogaosuper/Bulas/7898029552210.pdf>. Acesso em 07 Jan 2022
  • SINGH, A. K.; SINGH, R. Is gliclazide a sulfonylurea with difference? A review in 2016. Expert Rev Clin Pharmacol. 9. 6; 839-51, 2016
  • AL-OMARY, F. A. M. Gliclazide. Profiles Drug Subst Excip Relat Methodol. 42. 125-192, 2017
  • The Medical Letter on Drugs and Therapeutics. Drugs for type 2 diabetes. . Med Lett Drugs Ther. 61. 1584; 169-178, 2019
Mais sobre este assunto: