Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Hipoglicemia na gravidez: sintomas, possíveis complicações e o que fazer

A hipoglicemia na gravidez acontece quando o nível de glicose em jejum está menor que o que normal, o que pode interferir diretamente no funcionamento do organismo e no desenvolvimento do bebê, principalmente quando os níveis são muito baixos. assim, pode haver fraqueza, tontura, sensação de dormência, visão dupla e suor frio, por exemplo.

Na presença de sinais e sintomas de hipoglicemia é importante que o médico seja consultado para que possa ser avaliada a quantidade de açúcar circulante e o risco para a mãe e pra o bebê. É normalmente recomendado que a mulher consuma alguma fonte de carboidrato que promove aumento rápido da glicose no sangue, além de ser também importante alimentar-se a cada 2 a 3 horas. Veja o que fazer durante uma crise de hipoglicemia.

Hipoglicemia na gravidez: sintomas, possíveis complicações e o que fazer

Sintomas de hipoglicemia na gravidez

Os sintomas de hipoglicemia acontecem devido à diminuição dos níveis de açúcar circulante e nas células, sendo os principais:

  • Tontura;
  • Fraqueza;
  • Desmaio;
  • Pele pálida;
  • Dor de cabeça;
  • Sensação de dormência;
  • Confusão mental;
  • Visão dupla ou embaçada;
  • Enjoo;
  • Suor frio;
  • Dificuldade para realizar as atividades do dia a dia.

Na maior parte das vezes, quando se corrige a glicemia logo que os sintomas de hipoglicemia são percebidos não têm qualquer sequela ou consequência negativa. Por isso, as complicações são mais comuns nos casos em que a grávida não segue todas as orientações do médico.

Para saber se é hipoglicemia, o médico pode, além de avaliar os sintomas apresentados pela mulher, indicar a realização de exames que avaliam os níveis de glicose no sangue, o que pode ser feito em jejum ou após a refeição. De forma geral, é considerado hipoglicemia quando os níveis de glicose em jejum encontram-se abaixo de 70 mg/dL. Conheça mais sobre a hipoglicemia.

Possíveis complicações

A hipoglicemia na gravidez quando não identificada e tratada pode interferir no fornecimento de oxigênio para o cérebro, o que pode causar lesão cerebral irreversível, coma e morte. Além disso, é possível também interferir no desenvolvimento do bebê, assim como no fornecimento de oxigênio, o que também pode causar lesão cerebral irreversível e dificuldade de aprendizagem, por exemplo.

O que fazer

O tratamento para hipoglicemia deve ser feito sob orientação do médico e consiste em alimentar-se a cada 2 ou 3 horas para garantir que exista quantidade suficiente de glicose do sangue capaz de garantir o bom funcionamento do organismo da mulher e o desenvolvimento correto do bebê.

De forma geral, é recomendado consumir alimentos de baixo índice glicêmico, como frutas com casca, cereais integrais, legumes e carnes magras, por exemplo. Além disso, é importante que o médico seja consultado de forma regular para que seja possível avaliar se os níveis de glicose estão voltando ao normal e se não há qualquer complicação para o bebê, podendo nesses casos ser também indicada a realização do exame de ultrassom.

Esta informação foi útil?
Mais sobre este assunto:

Carregando
...