Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Carbamazepina (Tegretol): o que é, para que serve e como usar

A carbamazepina é um medicamento indicado para o tratamento das crises convulsivas e determinadas doenças neurológicas e condições psiquiátricas.

Este remédio também é conhecido por Tegretol, que é o seu nome comercial, e ambos podem ser encontrados em farmácias e comprados mediante apresentação de uma receita médica.

Carbamazepina (Tegretol): o que é, para que serve e como usar

Para que serve

A carbamazepina é indicada para o tratamento de:

  • Crises convulsivas (epilepsia);
  • Doenças neurológicas, como neuralgia do trigêmeo;
  • Condições psiquiátricas, como episódios de mania, distúrbios de humor bipolar e depressão.

Este remédio age no controle da transmissão de mensagens entre o cérebro e os músculos e na regulação das funções do sistema nervoso.

Como usar

O tratamento pode variar de pessoa para pessoa e consoante a condição que se pretende tratar, que deve ser estabelecido pelo médico. As doses recomendadas pelo fabricante são as seguintes:

1. Epilepsia

Em adultos, o tratamento geralmente inicia-se com 100 a 200 mg, 1 a 2 vezes ao dia. A dose pode ser aumentada gradualmente, pelo médico, para 800 a 1.200 mg ao dia (ou mais), dividida em 2 ou 3 tomadas.

O tratamento em crianças é geralmente iniciado com 100 a 200 mg ao dia, que corresponde a uma dose de 10 a 20 mg/kg de peso corpóreo por dia, que pode ser aumentado para 400 a 600 mg ao dia. No caso dos adolescentes, a dose pode ser aumentada para 600 a 1.000 mg por dia.

2. Neuralgia do trigêmeo

A dose inicial recomendada é de 200 a 400 mg ao dia, que pode ser aumentada gradualmente até que a pessoa não sinta mais dor, sendo que a dose máxima é de 1200 mg ao dia. Para idosos, é recomendada uma dose inicial mais baixa, de cerca de 100 mg, 2 vezes ao dia.

3. Mania aguda

Para o tratamento da mania aguda e manutenção do tratamento dos distúrbios afetivos bipolares, a dose em geral é de 400 a 600 mg ao dia.

Quem não deve usar

A carbamazepina é contra-indicada para pessoas com hipersensibilidade aos componentes da fórmula, doenças graves do coração, história de doença do sangue ou porfiria hepática ou que estejam a fazer tratamento com medicamentos denominados por IMAOs.

Além disso, este medicamento também não deve ser usado por mulheres grávidas sem orientação médica.

Possíveis efeitos colaterais

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com carbamazepina são perda da coordenação motora, inflamação da pele com erupção cutânea e vermelhidão, erupção cutânea, inchaço no tornozelo, nos pés ou na perna, mudanças de comportamento, confusão, fraqueza, aumento da frequência de convulsões, tremores, movimentos incontroláveis do corpo e espasmos musculares. 

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem