Calos: o que são, como surgem e como tirar

Revisão clínica: Bruna Ribeiro
Especialista em Estética Avançada
junho 2022

Os calos são uma área mais grossa, rígida e espessa na camada externa da pele, que surge devido a uma produção excessiva de queratina nesse local, e que é resultado de atrito e pressão constantes.

As regiões mais frequentes para o surgimento de calos, ou calosidades, são os pés e as mãos, principalmente na pele que fica sobre uma saliência óssea, como calcanhares, dedos dos pés ou região plantar das mãos. 

Para eliminar os calos é fundamental evitar o atrito e pressão nessas áreas e, por isso, é indicado trocar os sapatos por outros mais confortáveis e proteger as mãos com luvas mais grossas, por exemplo. Além disso, pode-se tirar os calos por meio de medidas naturais, como colocar os pés em água morna com algumas gotas de óleo essencial e passar um creme esfoliante ou pedra pomes. Veja um ritual para eliminar os calos dos pés.

Como surgem os calos

Os calos surgem devido ao atrito repetido e à constante pressão em determinada região do corpo, que alteram a textura da pele, deixando-a mais grossa e endurecida. Isso pode acontecer principalmente devido a situações como: 

  • Usar sapatos apertados;
  • Usar instrumentos musicais repetidamente;
  • Fazer atividades de musculação sem luvas;
  • Trabalhar em obras carregando peso ou usar ferramentas manuais. 

O atrito e a pressão constantes levam à formação e acúmulo de queratina na pele, uma proteína que deixa a pele mais grossa. No entanto, esse acúmulo pode levar alguns dias ou semanas até ser notado.

Além da alteração estética, os calos podem causar dor e, muitas vezes, dificultam atividades diárias simples, como usar sapatos ou praticar atividade física. Por isso, é fundamental cuidar da saúde dos pés e mãos, para evitar o surgimento de calosidades e eliminar os calos já existentes.

Como tirar e prevenir os calos 

Para eliminar os calos e evitar que eles surjam é importante ter alguns cuidados diários para manter a integridade da pele. Dentre eles, estão:

  • Deixar os pés de molho em água morna com algumas gotinhas de um óleo essencial ou óleo de amêndoa doce, até que a pele fique mais maleável;
  • Aplicar um creme esfoliante, realizando movimentos circulares sobre a região mais grossa, para remover o excesso de queratina deste local. Conheça algumas receitas caseiras de esfoliantes caseiros para o corpo;
  • Lixar a região, delicadamente, com uma lixa específica para pele, usada em salões de beleza, para diminuir a calosidade e deixá- la mais uniforme. É importante atentar-se a não realizar movimentos intensos na região, pois poderá provocar o efeito inverso e deixar a pele mais grossa. É possível utilizar uma pedra pomes para ajudar a remover a pele em excesso;
  • Hidratar a pele dos pés e mão, realizando movimentos suaves, até que a pele absorva completamente a loção. Veja outras opções de remédios caseiros para os calos.
  • Trocar o calçado por outro mais confortável e que evite áreas de pressão, principalmente nas laterais e região plantar dos pés;
  • Usar palmilhas, deixando o calçado mais confortável e diminuindo a pressão e atrito causado nos pés; 
  • Usar luvas grossas para proteger a pele das mãos, quando realizar movimentos que causem atrito constante, como pegar pesos;

Em alguns casos, podem ser utilizados medicamentos como o ácido salicílico e ureia, por exemplo, que amolecem a calosidade, deixando a pele suave novamente. Nesses casos, é recomendado buscar orientação médica para orientar qual o tratamento específico para cada caso.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em junho de 2022. Revisão clínica por Bruna Ribeiro - Especialista em Estética Avançada, em junho de 2022.
Revisão clínica:
Bruna Ribeiro
Especialista em Estética Avançada
Bruna Ribeiro dos Santos é enfermeira especialista em Estética Avançada pelo Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino (IBRAPE).