Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como usar cafeína em cápsulas para emagrecer e dar energia

A cafeína em cápsulas é um suplemento alimentar, que serve como estimulante cerebral, ótimo para melhorar o desempenho durante estudos e trabalho, além de ser muito usado por praticantes de atividades físicas e atletas, por ativar o metabolismo e dar disposição.

Além disso, a cafeína em cápsulas estimula o emagrecimento, porque o metabolismo acelerado faz com que o organismo gaste mais energia e aumente a queima de gordura.

Este suplemento pode ser comprado em farmácias, lojas de suplementos alimentares ou de produtos naturais, e o seu preço varia entre cerca de R$ 30,00 a R$ 150,00, pois depende da dose da cafeína, da marca do produto e da loja que vende.

Como usar cafeína em cápsulas para emagrecer e dar energia

Para que serve 

O uso da cafeína em cápsulas tem os seguintes efeitos:

  • Melhora o desempenho da atividade física, e adia o aparecimento da fadiga;
  • Aumenta a força e a resistência muscular. Veja como tomar café antes do treino melhora o rendimento;
  • Melhora o humor, estimulando a disposição e bem-estar;
  • Aumenta a agilidade e a velocidade processamento da informação;
  • Melhora a respiração, por estimular a dilatação das vias respiratórias;
  • Facilita o emagrecimento, pois tem efeito termogênico, que acelera o metabolismo e a queima de gordura, além de diminuir o apetite.

Para que a cafeína tenha melhores efeitos para emagrecer, o ideal é que esteja associada à prática de atividades físicas e a uma alimentação equilibrada, rica em vegetais e carne magra, e pobre em gordura, frituras e açúcares. Confira algumas receitas de suco detox para aumentar o metabolismo e desintoxicar o organismo.

Como tomar 

O consumo seguro máximo recomendado é de cerca de 400mg de cafeína por dia, ou 6 mg por quilo de peso da pessoa. Assim, podem ser usadas, até, 2 cápsulas de cafeína de 200mg ou 1 de 400mg por dia, por exemplo. 

Seu uso pode ser dividido em 1 ou 2 tomadas diárias, de preferência após café da manhã e após almoço. Também pode ser usado à tarde antes da atividade física, mas deve ser evitado à noite, pois pode atrapalhar o descanso e o sono.

Também é recomendado consumir a cápsula de cafeína após alguma refeição, para diminuir a irritação no estômago.

Possíveis efeitos colaterais

O efeitos colaterais da cafeína derivam da estimulação cerebral, que causa irritabilidade, agitação, insônia, tontura, tremores e batimentos cardíacos acelerados. Também pode ter um efeito irritativo no estômago e intestino, podendo causar, enjôo, vômitos e diarréia.

A cafeína causa tolerância, e, por isso, podem ser necessárias doses cada vez maiores para causar o mesmo efeito ao longo do tempo. Além disso, também causa dependência física, pois algumas pessoas que consomem diariamente podem ter sintomas de abstinência quando seu uso é interrompido, como dor de cabeça, cansaço e irritabilidade. Estes efeitos levam de 2 dias a 1 semana para desaparecerem, e podem ser evitados se o uso da cafeína não for diário. 

Quem não deve usar

A cafeína em cápsulas está contra-indicada para pessoas com alergia à cafeína, crianças, grávidas, na amamentação, e em pessoas com pressão alta, arritmia, doenças do coração ou úlceras no estômago.

O uso da cafeína deve ser evitado por pessoas que sofrem de insônia, ansiedade, enxaqueca, zumbido e labirintite, pois pode piorar os sintomas.

Além disso, pessoas que usam antidepressivos do tipo IMAO, como Fenelzina, Pargilina, Seleginina, Iproniazida, Isocarboxazida e Tranilcipromina, por exemplo, devem evitar doses altas de cafeína, pois pode haver uma associação de efeitos que causam pressão alta e batimentos cardíacos acelerados.

Como usar cafeína em cápsulas para emagrecer e dar energia

Como funciona a cafeína

A cafeína é uma metilxantina, ou seja, uma substância que tem ação direta no cérebro, e atua bloqueando os receptores da adenosina, que é um neuromodulador que se acumula no cérebro ao longo do dia e provoca cansaço e sono. Ao bloquear a adenosina, a cafeína aumenta a liberação de neurotransmissores, como adrenalina, noradrenalina, dopamina e serotonina, o que causa o seu efeito estimulante.

Ao ser ingerida, a cafeína é absorvida rapidamente pelo trato gastrointestinal, e atinge um pico de concentração no sangue em cerca de 15 a 45 minutos, e tem uma ação de cerca de 3 a 8 horas no organismo, o que varia de acordo com a fórmula de apresentação e outros componentes cápsula.

Cafeína purificada é encontrada na forma de cafeína anidra, ou metilxantina, que é mais concentrada e pode ter efeitos mais potentes. 

Outras fontes de cafeína

Além das cápsulas, a cafeína pode ser encontrada de diversas formas, como no próprio café, em bebidas energéticas ou concentrada na forma de pó. Assim, para obter o equivalente a 400mg de cafeína, são necessárias cerca de 4 xícaras de café fresco, de 225ml.

Além disso, outras metilxantinas, como teofilina e teobromina, que têm o mesmo efeito da cafeína, também podem ser encontradas em chás, como chá verde e chá preto, no cacau, em bebidas energéticas e em refrigerantes tipo cola. Para saber a quantidade de cafeína presente em cada alimento, confira os alimentos ricos em cafeína

Mais sobre este assunto:
Carregando
...