Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Buchinha-do-norte: para que serve, como usar e efeitos colaterais

A Buchinha-do-norte é uma planta medicinal, também conhecida como Abobrinha-do-norte, Cabacinha, Buchinha ou Purga, muito utilizada no tratamento de sinusites e rinites.

O seu nome científico é Luffa operculata e pode ser comprada em alguns mercados, lojas de produtos naturais e em farmácias de manipulação. É importante que o uso dessa planta seja orientado pelo médico ou fitoterapeuta, já que é tóxica e está associada a alguns efeitos colaterais, além de ser abortiva.

Buchinha-do-norte: para que serve, como usar e efeitos colaterais

Para que serve a Buchinha-do-norte

A buchinha-do-norte possui propriedade anti-herpética, adstringente, anti-séptica, expectorante e vermífuga, sendo utilizada principalmente no tratamento de rinite, sinusite, bronquite e nariz entupido, por exemplo.

No entanto, devido às suas propriedades também pode ser utilizado para ajudar no tratamento de feridas, ascite e infecção pelo vírus da herpes, por exemplo.

É importante que essa planta seja utilizada apenas sob indicação médica ou do fitoterapeuta, uma vez que é bastante tóxica, podendo resultar em efeitos colaterais a longo prazo para a pessoa.

Como usar

O uso da buchinha-do-norte deve ser feito conforme orientação, não sendo recomendado consumir o fruto cru, uma vez que é tóxico. Assim, uma das formas de consumo é através da água de buchinha-do-norte, que pode ser utilizada para pingar no nariz em caso de sinusite ou lavar feridas, por exemplo.

Para fazer a água, basta descascar o fruto, retirar um pedaço pequeno e deixar dentro de 1 litro de água por cerca de 5 dias. Após esse tempo, retirar o fruto e utilizar conforme recomendado.

De acordo com estudos, 1 g da buchinha-do-norte resulta em efeitos tóxicos para um adulto de 70 kg, por isso é importante que o uso dessa planta seja feito apenas caso haja recomendação médica.

Efeitos colaterais e contraindicações

O principal efeito colateral da Buchinha-do-norte é o surgimento de hemorragias, quando utilizada em excesso e sem indicação médica. Além disso, pode haver sangramento do nariz, alterações no olfato, irritação no nariz e, até mesmo, morte do tecido do nariz.

A buchinha-do-norte também possui propriedade abortiva, não sendo recomendado para grávidas. Isso porque essa planta é capaz de estimular contrações uterinas, além de ter efeito tóxico sobre o embrião, promover alterações no desenvolvimento fetal ou a morte do tecido placentário, por exemplo.


Bibliografia

  • MENON-MIYAKE, Mônica A. et al. Efeitos da Luffa operculata sobre o epitélio do palato de rã: aspectos histológicos. Revista Brasileira de Otorrinolaringologia. Vol 71. 2 ed; 132-138, 2005
  • BARRILI, Sofia Louise S.; SANTOS, Sílvia T.; MONTANARI, Tatiana. Efeito do Decocto dos Frutos de Buchinha-do-Norte (Luffa operculata Cogn.) sobre a Reprodução Feminina e o Desenvolvimento Embrionário e Fetal. 2005. Link: <www.ufrgs.br>.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem