Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como a Bronquite afeta a gravidez

​A bronquite na gravidez deve ser tratada da mesma forma de antes de engravidar para aliviar os sintomas como tosse com ou sem expectoração e dificuldade para respirar, que podem diminuir a quantidade de oxigênio que chega para o bebê, podendo prejudicar o seu desenvolvimento e atrasar o seu crescimento.

Assim, a bronquite na gravidez só é perigosa se a gestante resolver por conta própria parar ou reduzir a quantidade dos remédios que sempre tomou para controlar a doença, pois geralmente quando isso acontece, as crises se tornam mais graves e mais constantes, podendo ser prejudicial para o bebê. Desta forma, o tratamento da bronquite durante a gravidez não é perigoso nem para a mãe nem para o bebê, porém pode ser necessário o ajuste da dose dos remédios pelo pneumologista para controlar melhor as crises e melhorar o bem estar da gestante.

Bronquite na gravidez pode prejudicar o bebê?

A bronquite na gravidez pode prejudicar o bebê quando o tratamento não é feito adequadamente, resultando em crise grave. Nestes casos, as complicações possíveis para o bebê podem ser:

  • Maior risco de parto prematuro;
  • Bebê com baixo peso ao nascimento;
  • Risco de morte pouco antes ou depois do nascimento;
  • Atraso do crescimento da criança dentro do útero da mãe;
  • Redução da quantidade de oxigênio para o bebê.

Existe a possibilidade da gestante ter que fazer uma cesárea de urgência numa crise de bronquite muito grave, como por exemplo, nos casos de infecção respiratória e internamento nos cuidados intensivos.

Como tratar a bronquite na gravidez

Durante uma crise de bronquite, a grávida deve se acalmar, repousar e fazer o tratamento indicado pelo médico, que pode ser feito com:

  • Uso de corticosteroides por via oral;
  • Uso de progesterona: hormônio que facilita a respiração;
  • Aerolin spray;
  • Bombinha a base de salbutamol;
  • Nebulização com Berotec e soro fisiológico;
  • Tylenol se tiver febre.

Além dos remédios conforme orientação médica, é importante beber líquidos, como água ou chás, para fluidificar as secreções e facilitar a sua retirada.

Chá de limão para bronquite na gravidez

O chá de limão com mel é um excelente remédio caseiro para a grávida tomar durante uma crise de bronquite, pois o mel ajuda a acalmar a irritação provocada pela bronquite e o limão fornece vitamina C que ajuda a fortalecer o sistema imune.

Para preparar o chá de limão com mel, é necessário 1 xícara de água, a casca de 1 limão e 1 colher de sopa de mel. Depois de se colocar a casca do limão na água, deve-se deixar ferver e após fervida, deixar repousar durante 5 minutos, colocando o mel só depois e bebendo cerca de 2 a 3 xícaras do chá por dia.

Durante uma crise de bronquite, algumas grávidas podem sentir fortes dores abdominais porque ao tossir, a gestante está constantemente exercitando os músculos da barriga, o que causa mais dores e sensação de cansaço. Além disso, é normal que no final da gestação, entre as 24 e as 36 semanas, a gestante sinta mais falta de ar.

Links úteis:

Mais sobre este assunto:


Carregando
...