Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

AVC isquêmico

O AVC isquêmico é a falta de sangue numa região do cérebro, devido a uma obstrução num vaso sanguíneo cerebral, que pode causar sequelas graves ou até mesmo a morte do indivíduo, se ele não for socorrido à tempo.

O AVC isquêmico transitório é um tipo de AVC isquêmico menos grave e que ocorre quando o fornecimento de sangue para o cérebro é interrompido por um curto período de tempo. Os sintomas do AVC isquêmico transitório são sentidos por pouco tempo, entre 1 a 2 horas, desaparecendo dentro de 24 horas.

AVC isquêmico e hemorrágico

A diferença entre o AVC isquêmico e o AVC hemorrágico são:

  • AVC Isquêmico: ocorre devido a falta de sangue no cérebro e
  • AVC Hemorrágico: ocorre devido ao extravasamento de sangue no cérebro.

Os sintomas são semelhantes nos dois tipos de AVC, mas no hemorrágico, os pacientes podem sentir pressão dentro da cabeça.

O tratamento do AVC isquêmico e do AVC hemorrágico é diferente. No primeiro caso, o objetivo é resolver a obstrução da artéria que causa o AVC, enquanto no segundo o tratamento irá impedir a hemorragia cerebral.

Sintomas do AVC isquêmico

Os sintomas do AVC isquêmico desenrolam-se em poucos minutos e podem ser:

  • Dores de cabeça muito fortes;
  • Perda de força ou paralisia de um dos lados do corpo;
  • Dificuldade em falar e compreender;
  • Dificuldade para engolir;
  • Alterações visuais;
  • Tonturas;
  • Boca torta.

Existem vários fatores de risco para o AVC isquêmico como a hipertensão, doenças cardiovasculares, colesterol alto, tabagismo, diabetes ou excesso de peso.

O diagnóstico do AVC isquêmico pode ser feito pela análise dos sintomas do paciente ou recorrendo a exames de imagem como tomografia computadorizada ou ressonância magnética.

Causas do AVC isquêmico

As causas do AVC isquêmico estão relacionadas com alterações no fluxo sanguíneo e podem ser:

  • Aterosclerose;
  • Arritmia cardíaca;
  • Doenças das válvulas cardíacas;
  • Endocardite;
  • Distúrbios na coagulação do sangue;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Infarto agudo do miocárdio.

A pressão baixa também pode causar um AVC isquêmico, pois reduz o fluxo sanguíneo para o cérebro e causa estreitamento das artérias cerebrais.

Tratamento do AVC isquêmico

O tratamento do AVC isquêmico pode incluir o uso de medicamentos como o alteplase (trombolítico), que destrói os trombos e a aspirina e o clopidogrel.

A cirurgia pode ser indicada como tratamento do AVC isquêmico em casos graves e tem como objetivo retirar os trombos das artérias, aliviar a pressão arterial ou revascularizar as artérias.

A fisioterapia pode ser recomendada aos doentes com AVC isquêmico para ajudar a tratar as sequelas do AVC e o controle dos fatores de risco é essencial para o tratamento e prevenção de um novo AVC isquêmico.

Links úteis:

Mais sobre este assunto:


Carregando
...