6 tipos de artes marciais para autodefesa

Revisão clínica: Carlos Bruce
Personal Trainer
janeiro 2021

Muay Thai, Krav Maga e Kickboxing são algumas lutas que podem ser praticadas, que fortalecem os músculos e que melhoram a resistência e a força física. Estas artes marciais trabalham muito as pernas, glúteos e abdômen, sendo por isso ideais para a autodefesa.

As artes marciais ou lutas são tanto benéficas para o corpo, como também para a mente, pois também estimulam a concentração e aumentam a confiança e autoestima, uma vez que podem ser utilizadas para defesa pessoal em qualquer situação de perigo. Assim, se está pensando iniciar-se em alguma luta ou arte marcial, aqui ficam alguns exemplos das lutas mais populares e seus benefícios: 

1. Muay Thai

O Muay Thai é uma arte marcial de origem Tailandesa, considerada por muitos violenta, pois envolve todas as partes do corpo e quase tudo é permitido. Como esta arte marcial se foca no aperfeiçoamento dos socos, chutes, caneladas, joelhadas e cotoveladas, ela proporciona uma grande tonificação e desenvolvimento muscular e aumento da flexibilidade e força de todo o corpo, e ainda ajuda a emagrecer pois os treinos são intensos e exigentes para o corpo.  

Além disso, devido ao esforço físico exigido, os treinos de Muay Thai envolvem uma grande preparação física, incluindo exercícios de condicionamento físico como corrida, flexões e abdominais e alongamentos para aumentar a elasticidade.

2. MMA

O nome MMA vem do inglês Mixed Martial Arts que significa Artes Marciais Mistas, popularmente ela também é conhecida como 'vale tudo'. Nesta luta é permitido usar os pés, joelhos, cotovelos e punhos mas também são permitidos contato corporais no chão com técnicas de imobilização do adversário.

Nas lutas de MMA é possível fortalecer os músculos e modelar todo o corpo, no entanto esse tipo de luta é mais comummente praticada por homens.

3. Kickboxing

O Kickboxing é um tipo de luta que mistura técnicas de algumas artes marciais com boxe, envolvendo todas as partes do corpo. Neste luta você aprende socos, chutes de canela, joelhadas, cotoveladas, o que proporciona uma visão abrangente da arte de lutar. 

Este é um método de luta que também exige um grande esforço físico, gastando-se em média 600 calorias em uma hora de treino. Esta atividade proporciona a perda de gordura, define os músculos e melhora a resistência e força física. 

4. Krav Maga

O Krav Maga é uma técnica que teve origem em Israel, e o seu principal foco consiste em usar o próprio corpo para defesa em qualquer situação de perigo. Nesta arte é utilizado todo o corpo, e são desenvolvidas técnicas de defesa pessoal que permitem impedindo o ataques de formas simples, utilizando de forma inteligente o próprio peso e força do atacante. 

Esta é uma técnica que desenvolve a preparação física, assim como a rapidez e equilíbrio, pois os movimentos utilizados são curtos, simples e rápidos. Além disso, estimula a concentração, pois os ataques simulam sempre perigo e surpresa, podendo ser impedidos de diferentes formas. 

5. Taekwondo

O Taekwondo é uma arte marcial de origem coreana, que utiliza maioritariamente as pernas, conferindo muita agilidade e força ao corpo.

Quem pratica esta arte marcial desenvolve bastante as pernas e a sua força, pois ela consiste numa luta que se foca na aplicação de golpes ou chutes acima da cintura e na cabeça do adversário, de forma a marcar pontos. Em média, quem pratica esta arte marcial gasta 560 calorias em uma hora de treino.

Além da condição física, esta arte marcial desenvolve também o equilíbrio e capacidade de concentração, assim como a elasticidade, pois durante os treinos os alongamentos são decisivos para um bom desempenho.

6. Jiu-Jitsu

O Jiu-Jitsu é uma arte marcial Japonesa, que utiliza golpes em forma de alavanca, pressões e torções para derrubar o oponente, sendo o seu principal objetivo derrubar e dominar o adversário.

Esta técnica aumenta a preparação e força física, desenvolve a resistência física e estimula a concentração e equilíbrio. Em média, esta arte marcial proporciona um gasto calórico de 560 calorias, pois durante os treinos são muitas vezes simulados combates.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em janeiro de 2021. Revisão clínica por Carlos Bruce - Personal Trainer, em maio de 2016.
Revisão clínica:
Carlos Bruce
Personal Trainer
Formado pela Universidade Federal do Rio De Janeiro em 2012, com registro profissional no CREF 038849-G/RJ.