Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Asbesto ou Amianto: O que é e Como afeta a Saúde

O amianto, também conhecido como asbesto, é um grupo de minerais que é formado por fibras microscópicas que eram muito utilizadas em diversos materiais de construção, especialmente em telhados, pavimentos e isolamento de casas.

No entanto, nos últimos anos, foi descoberto que estas fibras podem ser liberadas facilmente no ar com o desgaste dos materiais, fazendo com que sejam aspiradas na respiração. Quando essas fibras chegam no pulmão causam pequenas lesões que aumentam o risco de doenças respiratórias graves ao longo do tempo.

Assim, os materiais feitos a partir de amianto têm sido excluídos da construção, estando presentes apenas em edifícios antigos que não foram ainda reformulados. De acordo com a lei, esses materiais devem ser completamente substituídos, especialmente em locais públicos como escolas e hospitais, por exemplo.

Asbesto ou Amianto: O que é e Como afeta a Saúde

Como o amianto afeta a saúde

Por ser um material composto por fibras microscópicas, o amianto pode ser inspirado para os pulmões, onde vai se acumulando e causando inflamação progressiva dos tecidos pulmonares. Quando isso acontece, existe um risco maior de alterações das células do pulmão, o que pode estar na origem de algumas doenças pulmonares.

Algumas das doenças mais comuns em pessoas expostas ao amianto incluem:

1. Asbestose

É uma doença provocada apenas pela aspiração de asbestos para o pulmão e acontece devido à formação de cicatrizes no tecido pulmonar, que leva a uma redução acentuada da elasticidade do pulmão, dificultando a sua expansão e a respiração.

Esta geralmente é uma doença comum em pessoas que trabalharam com este tipo de material e pode demorar vários anos para aparecer.

2. Câncer de pulmão

O câncer de pulmão pode aparecer devido a alterações progressivas das células pulmonares, assim como da inflamação crônica do pulmão.

Embora seja mais comum surgir em pessoas que também têm outros fatores de risco, como fumar e não ter um dieta saudável, pode se desenvolver em pessoas aparentemente saudáveis, apenas devido à exposição prolongada ao amianto.

Confira 10 sintomas que ajudam a identificar o câncer de pulmão.

3. Mesotelioma

Este é um tipo muito agressivo de câncer que se desevolve no mesotêlio, uma fina membrana que reveste o pulmão e outros órgãos vitais da cavidade abdominal e torácica. A exposição crônica ao asbesto parece ser uma das únicas causas confirmadas deste tipo de câncer.

Veja mais sobre o mesotelioma e quais as opções de tratamento.

Asbesto ou Amianto: O que é e Como afeta a Saúde

Possíveis sintomas de exposição 

Os sintomas mais frequentes em pessoas com exposição prolongada ao asbesto, ou amianto, geralmente incluem:

  • Tosse seca persistente;
  • Roquidão;
  • Dor constante no peito;
  • Dificuldade para respiração;
  • Sensação de cansaço constante.

Estes sintomas podem variar de acordo como as fibras do amianto afetarem o pulmão e, geralmente, demoram até 20 ou 30 anos para surgir após a exposição ao material.

Por esse motivo, pessoas que trabalharam com este tipo de material no passado devem consutar um oenumologista e avaliar a saúde de seus pulmões, avaliando a necessidade de começar algum tratamento, para evitar o surgimento ou agravamento de alguma doença.

Quem tem maior risco de exposição

A exposição ao asbesto acontece principalmente pela inalação das microfibras. Assim, as pessoas com maior risco de exposição geralmente são as que trabalham, ou trabalharam, com esse tipo de material, como é o caso de alguns carpinteiros, pintores, eletricistas, pedreiros ou encanadores.

No entanto, também é comum que amigos e familiares desses trabalhadores também possam apresentar complicações da exposição ao amianto, já que as fibras podem ser transportadas na roupa até casa, por exemplo.

Além disso, pessoas a morar ou trabalhar em locais com materiais feitos de amianto também apresentam um grave risco de exposição, especialmente se esses materiais estiverem desgastados. Alguns dos materiais que mais frequentemente apresentam amianto na composição incluem telhas de fibrocimento, tubagens e isolamento térmico.

Como se proteger da exposição ao amianto

A melhor forma de se proteger da exposição ao amianto é evitar ter contato com materiais constituídos por esse tipo de material. Assim, o idela é que todos os edifícios com esse tipo de material sejam remodelado para a sua substituição.

No entanto, outras medidas de proteção incluem:

  • Utilizar máscara de proteção em locais com amianto, especialmente em edifícios antigos e degradados;
  • Retirar roupas utilizadas em locais com amianto, antes de sair para a rua;
  • Fazer a manutenção regular de materiais com amianto que não foram substituídos.

Além disso, e uma vez que as complicações da exposição ao amianto podem demorar para surgir, pessoas que tenham risco elevado de exposição a esse material devem fazer exames médicos regulares, para avaliar a saúde dos pulmões.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem