Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Benefícios da Acelga e como preparar

A acelga é um vegetal de folhas verdes, encontrado principalmente no Mediterrâneo, de nome científico Beta vulgaris L. var. cycla. Este vegetal caracteriza-se por ser rico em fibras insolúveis, que ajudam a regular a função intestinal e a manter a saúde do sistema digestivo, evitando problemas como prisão de ventre, por exemplo.

Além disso, a acelga é rica em vitaminas e minerais, além de diversas substâncias antioxidantes com propriedades anti-inflamatórias, anticancerígenas e hipoglicêmicas. Este vegetal pode ser consumido cru ou cozido e adicionado a diversos pratos.

Benefícios da Acelga e como preparar

Quais os benefícios

Além de ajudar a regular o intestino, a acelga pode proporcionar outros benefícios à saúde, tais como:

  • Ajudar a regular o açúcar no sangue, devido ao seu conteúdo em fibras insolúveis, que permitem uma absorção mais lenta do açúcar a nível intestinal. Além disso, a acelga é rica em antioxidantes e outros compostos que ajudam a reduzir a glicose no sangue, sendo uma excelente opção para pessoas que sofrem de diabetes e resistência à insulina;
  • Contribuir para um coração saudável, devido à presença de antioxidantes e anti-inflamatórios que ajudam a diminuir o colesterol LDL (mau colesterol), impedindo a formação de placas gordurosas nas artérias e, por sua vez, reduzindo o risco de ataques cardíacos e derrames. Além disso, a acelga também é rica em potássio, um mineral que ajuda a regular a pressão sanguínea, melhorando a circulação;
  • Reforçar o sistema imunológico, por ser rico em vitamina C, A e selênio;
  • Promover a perda de peso, por ter poucas calorias e  por ser rica em fibras, o que ajuda a aumentar a sensação de saciedade;
  • Contribuir para a saúde dos olhos, devido ao alto teor de vitamina A, que previne doenças como glaucoma, catarata ou degeneração macular;
  • Prevenir alguns tipos de câncer, por ser rica em antioxidantes, que evitam os danos que os radicais livres causam nas células;
  • Ajudar a prevenir ou tratar a anemia, devido à presença de ferro, que é um mineral necessário para a produção de glóbulos vermelhos. A vitamina C também contribui para uma melhor absorção de ferro no nível intestinal.

Além disso, possui propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes que podem ajudar a melhorar doenças como úlceras, gastrite e também a diminuir o catarro causado pela gripe.

É importante que a pessoa saiba que, embora a acelga seja rica em cálcio, esse mineral é absorvido em quantidades muito pequenas devido à presença de oxalatos, que interferem na sua absorção a nível intestinal. Por isso, para reduzir a quantidade de ácido oxálico presente nesses vegetais, é necessário ferver a acelga antes do seu consumo.

Informação nutricional da acelga

Na tabela seguinte, está indicada a informação nutricional por 100 g de acelga:

ComponentesQuantidade por 100 g de acelga crua
Energia21 kcal
Proteínas2,1 g
Gordura0,2 g
Carboidratos 2,7 g
Fibras2,3 g
Vitamina C35 mg
Vitamina A183 mcg
Vitamina B10,017 mg
Vitamina B20,13 mg
Vitamina B30,4 mg
Vitamina K830 mcg
Ácido fólico22 mcg
Magnésio81 mg
Cálcio80 mg
Ferro2,3 mg
Potássio378 mg
Selênio0,3 mg
Zinco0,2 mg

É importante realçar que, todos os benefícios supramencionados podem obter-se não só a partir da acelga, mas sobretudo a partir de uma dieta equilibrada e um estilo de vida saudável.

Como preparar a acelga

A acelga pode ser consumida crua em saladas, ou cozida, refogada ou na forma de suco concentrado ou misturada com frutas ou vegetais crus. Além disso, a acelga também pode ser usada como remédio caseiro, sendo útil para tratar vários problemas de saúde.

1. Salada de acelga

Ingredientes

  • 5 folhas de alface picada;
  • 2 folhas de acelga picadas;
  • 8 tomates cereja ou 2 tomates comuns;
  • Pedaços de queijo branco;
  • Sementes de chia, goji, linhaça e gergelim.

Modo de preparo

Juntar todos os ingredientes e para temperar, adicionar o suco de meio limão em meio copo de iogurte natural sem açúcar e, se necessário, adicionar sal.

2. Acelga refogada

Ingredientes

  • 5 folhas de acelga picadas;
  • 1 copo de água;
  • 3 dentes de alho amassados;
  • 3 colheres de azeite.

Modo de preparo

Adicionar o alho e o azeite numa frigideira até dourar. Depois acrescentar a acelga picada e temperar com sal e pimenta preta a gosto. Para não grudar na panela, adicionar pequenas quantidades de água aos pouquinhos e estará pronto quando as folhas diminuírem de tamanho e estiverem todas cozidas. 

3. Sucos de acelga

  • Contra a prisão de ventre: Bater 1 folha de acelga no liquidificador com o suco concentrado de 2 laranjas e beber imediatamente com o estômago vazio;
  • Contra gastrite ou úlcera: Adicionar 1 colher de sopa de folhas de acelga cortadas em 1 xícara de água fervente. Deixar descansar por 5 minutos, coar e beber;
  • Para soltar o catarro: Passar 1 folha de acelga pela centrífuga e beber o suco concentrado com 1 colher de sopa de mel. Beber 3 vezes ao dia.

4. Cataplasma de acelga

Os cataplasmas de acelga são usados ​​para tratar vários problemas, como:

  • Queimaduras e marcas roxas na pele: Esmagar 1 folha de acelga para formar uma pasta verde. Basta aplicar essa massa na queimadura de 1º ou 2º grau e cobrir com gaze e remover somente quando a pasta estiver seca, para que a gaze não grude na pele.
  • Drenagem de abscessos da fervura ou da pele: cozinhar 1 folha de acelga inteira e, quando estiver quente, aplicar diretamente sobre a região a ser tratada. Deixar atuar por alguns minutos e aplicar 3 a 4 vezes ao dia. O calor liberado pela folha facilitará a saída do pus naturalmente.

Contra-indicações

A acelga deve ser evitada por pessoas com pedras nos rins ou com tendência a sofrer deste problema, devido à presença de ácido oxálico, um composto que pode favorecer a formação de pedras nos rins. Além disso, altas concentrações de ácido oxálico podem diminuir a absorção de cálcio e, nos casos em que a pessoa sofre de hipocalcemia, deve-se cozer a acelga antes de consumir, para diminuir a quantidade dessa substância.

Este vegetal também é rico em vitamina K, por isso, deve ser evitado por pessoas que tomam anticoagulantes.

Bibliografia >

  • BASE DE DATOS ESPAÑOL DE COMPOSICIÓN DE ALIMENTOS. Acelga cruda. Disponível em: <https://www.bedca.net/bdpub/index.php>. Acesso em 16 Jun 2020
  • EXAMINE.COM. Betalains. Disponível em: <https://examine.com/supplements/betalains/research/#sources-and-structure_sources>. Acesso em 16 Jun 2020
  • CHAI Weiwen; LIEBMAN Michael. Effect of Different Cooking Methods on Vegetable Oxalate Content. Journal of Agricultural and Food Chemistry. 53. 8; 3027–3030, 2005
  • LI Min; FAN Yingli et al. Fruit and vegetable intake and risk of type 2 diabetes mellitus: meta-analysis of prospective cohort studies. BMJ Open. 4. 11; 2014
  • Hussam Zein; Abd El-Moneim et al. The antioxidant and Anticancer Activities of Swiss Chard and Red Beetroot Leaves. Current Science International. 4. 4; 491-498, 2015
  • Tapsell L, BATTERHAM M et al. Weight loss effects from vegetable intake: a 12-month randomised controlled trial. European Journal of Clinical Nutrition. 68. 7; 778–785, 2014
  • Zeineb Mzoughi; Hassiba Chahdoura et al. Wild edible Swiss chard leaves (Beta vulgaris L. var. cicla): Nutritional, phytochemical composition and biological activities. Food Research International. 119. 612-621, 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem