Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Para que serve o Utrogestan

O Utrogestan é um medicamento indicado para o tratamento de distúrbios relacionados com a deficiência do hormônio progesterona ou para a realização de tratamentos de fertilidade.

Este remédio pode ser comprado em farmácias por um preço de cerca de 39 a 118 reais, dependendo da dose prescrita e da dimensão da embalagem, mediante a apresentação de uma receita médica.

Para que serve o Utrogestan

Para que serve

As cápsulas de Utrogestan podem ser utilizadas via oral ou vaginal, o que vai depender do objetivo terapêutico a que se destinam:

1. Via oral

Por via oral, este medicamento é indicado para o tratamento de:

  • Distúrbios da ovulação relacionados à deficiência de progesterona, como dor e outras alterações do ciclo menstrual, amenorreia secundária e alterações benignas da mama;
  • Insuficiência lútea;
  • Estados de deficiência de progesterona, para o tratamento de reposição hormonal da menopausa em complemento à terapia com estrogênio.

Antes de iniciar o tratamento, o médico pode solicitar um exame de progesterona. Veja em que consiste este exame.

2. Via vaginal

Por via vaginal, o Utrogestan é indicado para o tratamento de:

  • Insuficiência ovariana ou carência ovariana completa de mulheres com diminuição da função ovariana;
  • Suplementação da fase lútea, em alguns casos de infertilidade ou para realização de tratamentos de fertilidade;
  • Ameaça de aborto precoce ou prevenção de aborto devido à insuficiência lútea durante o primeiro trimestre. 

Saiba identificar os sintomas de um aborto espontâneo.

Para que serve o Utrogestan

Como usar

Por via oral, a posologia de Utrogestan é a seguinte:

  • Insuficiência de progesterona: 200 a 300 mg por dia;
  • Insuficiência lútea, síndrome pré-menstrual, doença mamária benigna, menstruação irregular e pré-menopausa: 200 mg em dose única antes de dormir ou 100 mg duas horas após refeição mais 200 mg à noite, ao deitar, num regime de tratamento de 10 dias por ciclo, do 16º ao 25º dia;
  • Terapia de reposição hormonal para menopausa em combinação com estrogênios: 100 mg à noite antes de dormir, de 25 a 30 dias por mês ou divididos em duas doses de 100 mg, 12 a 14 dias por mês ou em dose única de 200 mg à noite, antes de dormir, de 12 a 14 dias por mês.

Por via vaginal, a posologia de Utrogestan é a seguinte:

  • Suporte de progesterona durante a insuficiência ou carência ovariana de mulheres com diminuição da função ovariana por doação de oócitos: 200 mg do 15º ao 25º dia do ciclo, em uma única dose ou divididos em duas doses de 100 mg. A partir do 26º dia do ciclo ou no caso de gravidez, esta dose pode ser elevada para o máximo de 600 mg por dia, divididos em 3 doses até à 12º semana de gravidez;
  • Suplementação da fase lútea durante ciclos de fertilização in vitro ou ICSI: 600 a 800 mg por dia, divididos em três ou quatro doses, iniciados no dia da captação ou no dia da transferência, até a 12ª semana de gravidez;
  • Suplementação da fase lútea, em caso de subfertilidade ou infertilidade devida à anovulação: 200 a 300 mg por dia, divididos em duas doses, a partir do 16º dia do ciclo, durante 10 dias. Se a menstruação não ocorrer novamente, o tratamento é reiniciado e deve ser mantido até à 12ª de gravidez;
  • Ameaça de aborto precoce ou prevenção de aborto devido à insuficiência lútea: 200 a 400 mg por dia, divididos em duas doses, até a 12ª semana de gravidez. 

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com Utrogestan são fadiga, edema, dor de cabeça, alterações no peso, alterações no apetite, sangramento vaginal intenso, inchaço abdominal, período menstrual irregular e sonolência.

Quem não deve usar

O Utrogestan é contra-indicado em pessoas com câncer do fígado, da mama ou dos órgãos genitais, com sangramento genital não diagnosticado, história de AVC, doenças do fígado, aborto incompleto, doenças tromboembólicas, tromboflebite, porfiria ou que tenham hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da fórmula.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem