Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como é feito o tratamento para transtorno obsessivo-compulsivo

O tratamento do transtorno obsessivo-compulsivo, conhecido como TOC, é feito com a utilização de remédios antidepressivos, realização de terapia cognitivo-comportamental ou uma combinação de ambos. Apesar de nem sempre curar a doença, este tratamento é capaz de controlar bem os sintomas na maioria dos casos, melhorando a qualidade de vida da pessoa que convive com este problema.

A pessoa portadora de sintomas que indiquem este transtorno, como compulsão ou obsessão por limpeza, simetria, comportamento repetitivo ou excesso de superstição, por exemplo, deve procurar a consulta com um psiquiatra, para correta avaliação, diagnóstico e, assim, indicação do tratamento mais adequado. Confira os principais sintomas e saiba como identificar o TOC

Como é feito o tratamento para transtorno obsessivo-compulsivo

Medicamentos mais utilizados

Os medicamentos que costumam ser utilizados para tratamento do TOC, tanto para adultos como crianças, são os antidepressivos, orientados pelo psiquiatra. Alguns dos mais utilizados incluem:

  • Clomipramina;
  • Paroxetina;
  • Fluoxetina;
  • Sertralina;
  • Citalopram.

Estes remédios devem ser usados diariamente, e seu efeito pode demorar até cerca de 6 a 12 semanas para fazer efeito e, por isso, a cada 4 a 8 semanas de tratamento, o psiquiatra pode fazer reavaliações e considerar a necessidade de aumentar a dose.

Algumas pessoas podem precisar de doses elevadas dos remédios, o que causa maior chance de efeitos colaterais, que podem incluir náuseas, tontura e sonolência. Caso os efeitos sejam muito intensos, é necessário conversar com o médico, para avaliar a possibilidade de troca do medicamento.

Terapia cognitivo-comportamental

A terapia cognitivo-comportamental, ou TCC, é a abordagem da psicoterapia mais indicada para tratamento do TOC, sendo fundamental para diminuir as crises de ansiedade e controlar o comportamento causado pela doença.

Esta terapia caracteriza-se por expor a pessoa com TOC a fatores que provocam medo e levam a ter comportamentos obsessivos. Assim, o paciente aprende a lidar com os seus comportamentos e diminuir os episódios de compulsão e obsessão.

As sessões desta terapia duram cerca de 30 minutos, mas o paciente deve manter a terapia em casa, estabelecendo objetivos diários com o psicólogo. Por isso, a família pode apoiar este tratamento, sendo da pessoa em casa.

Como é feito o tratamento para transtorno obsessivo-compulsivo

Opções de tratamento natural

Algumas excelentes formas de tratamento natural, que não substituem o tratamento orientado pelo médico, mas ajudam a controlar os sintomas de ansiedade que pioram a doença, são terapias de relaxamento que envolvem técnicas de respiração, meditação, yoga, shiatsu, reiki e acupuntura, por exemplo.

Além disso, a prática de atividades físicas regulares, como a caminhada, é uma excelente aliada para a diminuição do estresse e ansiedade. 

Ter atenção à dieta é importante, pois existem alimentos com propriedades que ajudam a controlar a ansiedade e aumentam a sensação de bem-estar, como amendoim, banana, aveia e o chá da folha do maracujá, por exemplo. Confira dicas de dieta para combater o estresse e a ansiedade.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...