Somos REDE D'OR
icon de informação icon de telefone 3003-3230
Número disponível apenas em território brasileiro, com custo de chamada local.

Psoríase genital: o que é, sintomas e tratamento

Revisão médica: Drª. Sheila Sedicias
Ginecologista
novembro 2022

A psoríase genital é uma doença autoimune que afeta a pele da região genital, causando o surgimento de manchas avermelhadas lisas e com aspeto ressecado na região íntima.

Esta alteração da pele pode afetar tanto homens como mulheres e pode se desenvolver em qualquer parte dos genitais, incluindo a púbis, coxas, nádegas, pênis ou vulva, por exemplo.

Embora não tenha cura, a psoríase genital pode ser atenuada com o tratamento adequado, indicado por um dermatologista ou imunologista, e cuidados diários.

Imagem ilustrativa número 1

Principais sintomas

Os principais sintomas de psoríase genital são:

  • Pequenas manchas vermelhas lisas e brilhantes na região genital;
  • Coceira intensa no local das lesões;
  • Pele ressecada;
  • Irritação local. 

Os sintomas de psoríase genital são mais comuns em pessoas que estão acima do peso, sendo mais intensos quando a pessoa sua e/ ou usa roupas quentes e apertadas frequentemente.

Locais mais afetados

Os principais locais afetados pela psoríase genital são:

  • Púbis: região logo acima dos órgãos genitais, onde ficam os pelos, apresenta sintomas parecidos com a psoríase capilar;
  • Coxas: as feridas surgem normalmente nas dobras das coxas, próximas aos órgãos genitais;
  • Vulva: as manchas costumam ser vermelhas e lisas e atingem apenas a parte externa da vagina;
  • Pênis: normalmente surge na glande, mas também pode afetar o corpo do pênis. É caracterizada por várias pequenas manchas vermelhas, com pele escamosa ou lisa e brilhante;
  • Nádegas e ânus: as feridas aparecem nas dobras das nádegas ou próximas ao ânus, causando coceira intensa e podendo ser confundida com hemorroidas;
  • Axilas: os sintomas pioram com o uso de roupas apertadas e com a presença de suor;
  • Seios: normalmente surgem na parte inferior dos seios, região onde a pele fica dobrada.

No homem, a psoríase genital normalmente não causa disfunção sexual, no entanto o parceiro pode ficar preocupado o que pode acabar dificultando a relação. Além disso, alguns dos medicamentos utilizados no tratamento podem ter alguns efeitos colaterais que dificultam a ereção.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da psoríase genital deve ser feito pelo ginecologista, urologista ou dermatologista a partir da realização de exame físico e avaliação dos sinais e sintomas apresentados pela pessoa. 

No entanto, o médico também pode aconselhar a realização de outros exames e testes para despistar outros possíveis problemas que podem estar causando as alterações na pele, como infecções fúngicas ou bacterianas, por exemplo.

Como é feito o tratamento

O tratamento da psoríase genital geralmente é iniciado com o uso de pomadas à base de corticoides, como a Psorex, que devem ser utilizadas apenas na região afetada, de acordo com orientação do médico para diminuir a inflamação da pele e aliviar o desconforto.

Em casos mais graves, em que as feridas não melhoram com o uso de pomadas ou quando outras regiões do corpo também estão afeadas, o médico pode ainda prescrever o uso de medicamentos em cápsulas. Outra alternativa é a terapia com luz ultravioleta, que são os raios UVA e UVB. Entenda melhor quais os remédios e outras opções de tratamento disponíveis para psoríase.

Cuidados para se recuperar mais rápido

Algumas outras dicas para diminuir a irritação da pele e se recuperar mais rápido são:

  • Usar roupas leves de algodão e que não apertem;
  • Evitar suar ou aplicar os medicamentos para psoríase logo após a prática da atividade física;
  • Manter a região afetada sempre limpa;
  • Evitar o uso de perfumes, sabonetes e cremes que não forem indicados pelo médico;
  • Evitar o uso de absorventes com cheiro, pois podem irritar a pele;
  • Lavar a região genital para retirar todos os medicamentos antes do contato íntimo;
  • Usar preservativo e lubrificar bem a região durante o contato íntimo;
  • Lavar bem a região após o contato íntimo e reaplicar a medicação.

Também é importante lembrar que pomadas à base de alcatrão para psoríase só devem ser aplicadas na região genital segundo orientação médica, pois seu uso em excesso pode causar irritação e piora das lesões.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em novembro de 2022. Revisão médica por Drª. Sheila Sedicias - Ginecologista, em fevereiro de 2016.

Bibliografia

  • NPF. Genital Psoriasis. Disponível em: <https://www.psoriasis.org/about-psoriasis/specific-locations/genitals>. Acesso em 09 abr 2019
  • MEDICALNEWSTODAY. What's to know about genital psoriasis?. Disponível em: <https://www.medicalnewstoday.com/articles/315217.php>. Acesso em 09 abr 2019
Mostrar bibliografia completa
  • HELATHLINE. What You Should Know About Genital Psoriasis. Disponível em: <https://www.healthline.com/health/genital-psoriasis>. Acesso em 09 abr 2019
  • WEBMD. Genital Psoriasis: An In-Depth Guide. Disponível em: <https://www.webmd.com/skin-problems-and-treatments/psoriasis/genital-psoriasis-guide#1-3>. Acesso em 09 abr 2019
Revisão médica:
Drª. Sheila Sedicias
Ginecologista
Médica mastologista e ginecologista formada pela Universidade Federal de Pernambuco, em 2008 com registro profissional no CRM PE 17459.

Tuasaude no Youtube

  • PSORÍASE | Tratamentos Caseiros

    05:00 | 641201 visualizações