Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que pode causar parada cardíaca súbita

A parada cardíaca súbita acontece quando o coração deixa de bombear sangue para o corpo causando desmaio imediato e fazendo com que a pessoa deixe de respirar e não tenha pulso.

Nesses casos, deve-se chamar ajuda médica, ligando o 192, e iniciar imediatamente a massagem cardíaca para tentar substituir a função do coração e manter o sangue circulando até à chegada da ambulância. Veja no vídeo como fazer:

Embora na maioria dos casos a parada cardíaca apresente sintomas iniciais como cansaço excessivo, dificuldade para respirar, dor no peito ou enjoos, por exemplo, na parada súbita não existe aviso, acontecendo em poucos segundos.

Veja um passo-a-passo sobre que fazer em caso de parada cardíaca.

4 principais causas

Existem várias causas que podem provocar uma parada cardíaca súbita, especialmente doenças do coração. Assim, no caso de se sentir dores do peito frequentes, palpitações ou falta de ar é importante consultar um cardiologista para avaliar se existe algum problema que precise ser tratado, evitando o surgimento de uma parada súbita.

1. Infarto cardíaco

O infarto no coração é provocado pela presença de um coágulo no interior de uma artéria coronária e, quando isso acontece, existe uma parte do coração que fica sem receber o sangue necessário para funcionar. Assim, se o infarto afetar a região que produz os estímulos elétricos para o funcionamento do coração, é comum que ele pare de funcionar subitamente sem causar sinais de alarme.

Possíveis sintomas: na maioria dos casos não existem sintomas, mas pode surgir dor no peito, sensação de falta de ar, tonturas e formigamento nos braços, por exemplo.

Como tratar: o infarto é uma emergência que precisa ser tratada o mais rapidamente possível. Por isso, deve-se ligar imediatamente para o 192 e iniciar a massagem cardíaca.

2. Doença coronária

A maior parte dos casos de parada cardiorespiratória súbita acontecem em pessoas que têm doença coronária, pois as artérias ficam cheias de colesterol dificultando a passagem do sangue para o coração, causando uma situação semelhante ao infarto.

Possíveis sintomas: cansaço ao realizar tarefas simples como subir um lance de escadas, suores frios, tonturas ou náuseas frequentes.

Como tratar: o tratamento deve ser orientado por um cardiologista mas inclui a prática regular de atividade física, uma alimentação saudável e remédios para controlar a pressão ou a diabetes, por exemplo.

O que pode causar parada cardíaca súbita

3. Excesso de estresse ou exercício

Embora seja uma das causas mais raras, o excesso de estresse ou a prática de exercício físico muito intensa também podem causar uma parada cardíaca súbita. Isso acontece especialmente em quem já tem antecedentes de doenças cardíacas devido ao aumento dos níveis de adrenalina ou diminuição dos níveis de potássio e magnésio no organismo.

Possíveis sintomas: quando existe excesso de adrenalina pode surgir aumento da frequência cardíaca e, por isso, é muito comum sentir palpitações frequentes. Já na falta de potássio e magnésio é mais comum surgir cansaço excessivo, tremores, nervosismo e dificuldade para pegar no sono.

Como tratar: geralmente é necessário fazer suplementação com magnésio ou potássio para equilibrar os níveis destes minerais no corpo.

4. Arritmia cardíaca

A maioria das arritmias cardíacas não provoca risco de vida e permite uma boa qualidade de vida quando o tratamento é feito de forma adequada. No entanto, existem casos mais raros onde pode surgir uma arritmia de fibrilação ventricular, que é maligna e pode causar parada súbita do coração.

Possíveis sintomas: as arritmias normalmente causam sensação de nó na garganta, suores frios, tonturas e falta de ar frequente. Nestes casos, deve-se ir ao cardiologista para avaliar a arritmia e descobrir o seu tipo.

Como tratar: o tratamento normalmente é feito com medicamentos, no entanto pode ser preciso fazer cirurgia em alguns casos para restabelecer o ritmo normal do coração. Saiba mais sobre o tratamento deste problema.

Quem tem maior risco

Além das causas anteriores, as pessoas com maior risco de parada cardíaca súbita normalmente apresentam fatores como:

  • Histórico de doença cardíaca na família;
  • Ser fumante;
  • Ter pressão alta e colesterol alto;
  • Ter obesidade;
  • Não praticar exercício físico regular.

Nestes casos, é sempre importante fazer consultas regulares no cardiologista para avaliar a saúde do coração e avaliar se existe alguma doença que precise ser tratada.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...