Esperma amarelado: 6 causas comuns (e o que fazer)

O esperma amarelado pode ser causado por desidratação, consumo de produtos industrializados, presença de urina no sêmen, infecções sexualmente transmissíveis ou problemas no fígado, por exemplo.

Dependendo da sua causa, o esperma amarelo pode estar acompanhado de outros sintomas, como urina mais escura ou turva, dor, ardor ou dificuldade para urinar, diminuição do jato de urina, coceira no pênis ou febre.

Assim, se surgir alguma alteração no sêmen que se mantém por alguns dias ou que é acompanhada de outros sintomas, deve-se consultar um urologista, para identificar a causa e iniciar o tratamento mais adequado.

Imagem ilustrativa número 1

1. Consumo de industrializados

A maior parte dos alimentos industrializados contém corantes que podem alterar as cores de vários fluídos corporais, especialmente do esperma. Assim, homens que tenham consumido uma grande quantidade destes produtos podem apresentar um alteração temporária da cor do esperma.

Além disso, também pode surgir uma alteração do cheiro, especialmente se esses produtos tiverem na sua composição alimentos ricos em ácido sulfúrico, como cebola ou alho.

O que fazer: a nova coloração geralmente desaparece naturalmente após uma ejaculação e não é acompanhada de qualquer outro sintoma, não sendo motivo de preocupação.

2. Desidratação

Embora a alteração da cor do sêmen seja um dos sintomas menos comuns de um quadro de desidratação, ela também pode surgir da diminuição do consumo de água no dia a dia, especialmente por conter restos de urina concentrada, que pode estar presente na uretra e que acaba sendo misturada com o esperma.

Por isso, antes de surgir esperma amarelado, é frequente observar alterações na urina que indicam a presença de desidratação, como urina mais escura, em menor quantidade e com cheiro forte. Veja outros sinais que podem indicar desidratação.

O que fazer: caso se suspeite que a alteração está sendo causada por desidratação, deve-se aumentar a quantidade de água ingerida durante o dia ou apostar em alimentos ricos em água. Veja como beber mais água durante o dia:

3. Urina no sêmen

A urina no sêmen pode deixar o esperma amarelado, podendo acontecer por ter uma quantidade de urina residual na uretra após a micção, ou por retenção urinária devido a um bloqueio da uretra, impedindo que a urina passe completamente, podendo se misturar ao sêmen durante a ejaculação.

Algumas causas que podem contribuir para a presença de urina no sêmen e esperma amarelado são infecções urinárias, prostatite, aumento da próstata ou obstrução da bexiga, por exemplo.

O que fazer: normalmente a urina no sêmen não é motivo de preocupação, no entanto, se for frequente ou acompanhada de outros sintomas, como dor, ardor ou dificuldade para urinar, diminuição do jato de urina, febre, urina turva ou sangue. na urina ou esperma, deve-se consultar o urologista para identificar a causa e iniciar o tratamento mais adequado.

Marque uma consulta com um urologista na região mais próxima:

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Urologistas e receba o cuidado personalizado que você merece.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

4. Infecções sexualmente transmissíveis

Esta é a causa mais frequente de esperma amarelado que se mantém por muito tempo e, geralmente, indica a presença de pus no sêmen, que pode estar sendo causado por uma infecção como clamídia ou gonorreia.

Este tipo de infecção normalmente surge em quem tem mais do que um parceiro sexual e não utiliza preservativo durante a relação sexual.

Geralmente, associado à alteração da cor também é normal surgirem outros sintomas como queimação ao urinar, coceira no pênis, vontade frequente para urinar ou, até, febre sem causa aparente.

O que fazer: as infecções sexualmente transmissíveis precisam ser tratadas com antibióticos específicos. Por isso, é muito importante consultar o urologista caso exista suspeita de alguma doença, para iniciar o tratamento mais adequado. Confira como identificar as IST's mais comuns e como se trata cada uma.

5. Alterações na próstata

A presença de uma inflamação ou infecção na próstata geralmente leva ao aumento de células brancas no sangue, que podem acabar sendo incluídas no esperma, alterando a sua coloração para amarelo.

Outros sintomas comuns destes casos são dor ao urinar, dor na região do reto, cansaço excessivo, febre e calafrios.

O que fazer: deve-se consultar o urologista caso exista suspeita de alterações na próstata, para fazer exames específicos que ajudem a identificar um problema na próstata, iniciando o tratamento mais adequado. Veja que exames ajudam a avaliar a saúde da próstata.

6. Problemas no fígado

Alterações no funcionamento do fígado, por doenças como hepatite ou até por efeito colateral de alguns medicamentos, podem levar à alteração da cor do sêmen para amarelo.

Isso acontece porque, quando o fígado não consegue funcionar corretamente, não existe uma forma eficaz de eliminar o excesso de bilirrubina, que começa a se acumular no sangue e afetar vários tecidos no corpo, levando ao surgimento de icterícia.

Quando existe icterícia, além de os olhos ficarem amarelados, o sêmen também pode sofrer alterações e ficar mais amarelado, devido à presença de bilirrubina. Veja que outros sintomas podem indicar problemas no fígado.

O que fazer: idealmente deve-se consultar um urologista para despistar outros problemas que possam causar alteração da cor do sêmen. Porém, caso o médico suspeite de um problema hepático, poderá reencaminhar para um hepatologista.

Vídeos relacionados