Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Ectasia da aorta: o que é, quais os sintomas e como tratar

Julho 2020

A ectasia da aorta caracteriza-se por uma dilatação da artéria aorta, que é a artéria através da qual o coração bombeia o sangue por todo o corpo. Esta condição é geralmente assintomática, sendo diagnosticada, na maior parte dos casos, por acidente.

A ectasia da aorta pode ser abdominal ou torácica, dependendo da sua localização, e pode evoluir para um aneurisma da aorta, quando ultrapassa 50% do seu diâmetro inicial. Saiba o que é e quais os sintomas do aneurisma da aorta.

O tratamento nem sempre é necessário, mas geralmente consiste na realização de uma cirurgia, para reparação da aorta e inserção de um enxerto sintético.

Ectasia da aorta: o que é, quais os sintomas e como tratar

Possíveis causas

Ainda não se sabe ao certo as causas que estão na origem da ectasia da aorta, mas pensa-se que pode estar relacionada com fatores genéticos e com a idade, já que o diâmetro da aorta, aumenta em algumas pessoas por volta dos 60 anos de idade.

Além disso, outras causas que aumentam o risco de desenvolver ectasia da aorta são sofrer de aterosclerose, hipertensão, diabetes, colesterol alto, estenose aórtica ou doenças genéticas relacionadas com o tecido conjuntivo, como Síndrome de Turner, Síndrome de Marfan ou Síndrome de Ehlers-Danlos.

Quais os sintomas

Geralmente, a ectasia da aorta é assintomática, porém, em alguns casos, pode gerar sintomas que dependem da localização da ectasia. Caso se trate de uma ectasia da aorta abdominal, a pessoa pode sentir uma ligeira pulsação na região abdominal, dor de costas e no peito. 

No caso da ectasia torácica, podem ocorrer sintomas como tosse, dificuldade para engolir e rouquidão.

Em que consiste o diagnóstico

Na maior parte dos casos, como a estenose da aorta não causa sintomas, é descoberta acidentalmente através de um exame de diagnóstico como ecocardiograma, tomografia computadorizada ou ressonância magnética, por exemplo.

Como é feito o tratamento

O tratamento nem sempre é necessário e, em alguns casos, apenas se deve fazer uma monitoração regular, para perceber se o diâmetro da aorta aumenta de tamanho. Nestes casos, o médico pode prescrever remédios para diminuir a pressão na aorta, como anti-hipertensores ou remédios para reduzir o colesterol.

Porém, se o médico perceber que o diâmetro vai aumentando de tamanho ou se a pessoa tiver sintomas, pode ser necessário recorrer a uma cirurgia, que consiste na inserção de um tubo sintético na aorta.

Assista ainda o vídeo seguinte, e saiba como controlar a pressão arterial, para prevenir o desenvolvimento de doenças cardiovasculares:

Bibliografia >

  • INSTITUTO DO CORAÇÃO DA FACULDADE DE MEDICINA DA USP. Doenças da Aorta Torácica. Disponível em: <http://www.sbccv.org.br/residentes/downloads/area_cientifica/doencas_aorta_toracica.pdf>. Acesso em 13 Jul 2020
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Diretriz Brasileira para o tratamento do Aneurisma de Aorta Abdominal. 2016. Disponível em: <http://conitec.gov.br/images/Relatorios/2017/Relatorio_Diretriz_AneurismaAortaAbdominal_Recomendacao.pdf>. Acesso em 10 Fev 2020
  • SÁ, Mauro P.L. Aneurismas da Aorta Torácica: Avaliação Genética e de Imagem para Cirurgias Eletivas. Int J Cardiovasc Sci. Vol.28, n.3. 262-264, 2015
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem