Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Sofrimento fetal: o que é, sinais, causas e o que fazer

Março 2021

O sofrimento fetal é uma situação em que o bebê não recebe a quantidade suficiente de oxigênio no útero durante a gestação ou parto, o que pode interferir diretamente no seu crescimento e desenvolvimento. 

Essa situação deve ser identificada pelo obstetra durante a realização de exames de ultrassom, que pode observar alguns sinais e sintomas que podem sugerir sofrimento fetal, como diminuição ou alteração dos batimentos cardíacos do feto, diminuição dos movimentos fetais e diminuição do volume de líquido amniótico.

É importante que o sofrimento fetal seja identificado e tratado de acordo com a orientação do obstetra, pois assim é possível prevenir complicações para o bebê, como paralisia e doenças cardíacas, além de comprometimento da gestação, uma vez que pode favorecer o aborto. Dessa forma, é essencial ir a todas as consultas de pré-natal para fazer os exames necessários e garantir que o bebê se está desenvolvendo corretamente.

Sofrimento fetal: o que é, sinais, causas e o que fazer

Sinais e sintomas de sofrimento fetal

Os sintomas do sofrimento fetal surgem à medida que há menor fornecimento de oxigênio para o bebê, podendo haver:

1. Diminuição dos movimentos fetais

Os movimentos do bebê no útero são um importante indicador de sua saúde e, por isso, uma diminuição na frequência ou intensidade dos movimentos pode ser um sinal importante de falta de oxigênio.

Dessa forma, se existir uma diminuição dos movimentos do bebê é importante ir ao obstetra para fazer um ultrassom e identificar se existe algum problema que precise ser tratado.

2. Sangramento vaginal

Pequenos sangramentos ao longo da gestação são normais e não significam que algo está errado com a gravidez, no entanto, se existir um sangramento abundante pode significar que existe alguma alteração na placenta e, por isso, pode acontecer uma diminuição dos níveis de oxigênio para o bebê.

Nestes casos, deve-se ir imediatamente ao hospital porque o sangramento também pode ser sinal de um aborto, especialmente se acontecer nas primeiras 20 semanas.

3. Presença de mecônio na bolsa de água

A presença de mecônio na água quando a bolsa estoura é um sinal comum de sofrimento fetal durante o trabalho de parto. Geralmente, o líquido amniótico é transparente com uma coloração amarelada ou rosada, mas se estiver marrom ou esverdeado, pode indicar que o bebê está em sofrimento fetal.

4. Cãibras abdominais fortes

Embora as cãibras sejam um sintoma muito frequente durante a gravidez, principalmente porque o útero está alterando e os músculos se adaptando, quando surge uma cãibra muito intensa que provoca também dor nas costas pode indicar que existe algum problema com a placenta e, por isso, o bebê pode estar recebendo menos oxigênio.

Principais causas

A quantidade de oxigênio que chega até ao feto pode estar diminuída devido a algumas situações, como descolamento da placenta, compressão do cordão umbilical e infecção do bebê. Além disso, existe maior risco de sofrimento fetal em grávidas com pré-eclâmpsia, diabetes gestacional ou que tenham problemas no crescimento do útero durante a gestação.

O que fazer em caso de sofrimento fetal

Se existir suspeita de sofrimento fetal, devido à presença de um ou mais sinais, é importante ir imediatamente ao pronto-socorro ou ao obstetra, para avaliar qual o problema que pode estar causando a diminuição de oxigênio e iniciar o tratamento adequado.

Na maior parte das vezes, a gestante pode precisar ficar internada durante algumas horas ou dias, para fazer medicamentos diretamente na veia e avaliar continuamente a saúde do bebê.

Nos casos mais em graves, em que não existe melhora do sofrimento fetal, pode ser necessário fazer um parto prematuro. Se o processo de parto já se iniciou o bebê pode nascer por parto normal, mas em muitos casos é preciso fazer uma cesárea.

Esta informação foi útil?

Sua opinião é importante! Escreva aqui como podemos melhorar o nosso texto:

Ficou alguma dúvida? Clique aqui para ser respondido.
Verifique o email de confirmação que lhe enviamos.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Enviar Mensagem