Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Oxandrolona: o que é, para que serve e como usar

Atualizado em Agosto 2019

A oxandrolona é um anabolizante esteroide derivado da testosterona, que sob orientação médica, pode ser usado para tratar a hepatite alcoólica, má nutrição calórica proteica moderada, falha no crescimento físico e em pessoas com síndrome de Turner.

Embora este remédio seja comprado na internet para ser usado indevidamente por atletas, a sua utilização só deve ser feita sob indicação médica.

Oxandrolona: o que é, para que serve e como usar

Para que serve

A Oxandrolona é indicada no tratamento da hepatite alcoólica aguda moderada ou grave, má nutrição calórica proteica, síndrome de Turner, falha no crescimento físico e em processos de perda ou diminuição tecidual ou catabólica.

O uso da Oxandrolona para aumentar o desempenho de atletas é prejudicial ao organismo, por isso, só deve ser usado sob orientação médica.

Como usar

A dose recomendada de oxandrolona em adultos é de 2,5 mg, por via oral, 2 a 4 vezes ao dia, sendo que a dose máxima não deve exceder 20 mg por dia. Em crianças, a dose recomendada é de 0,25 mg/Kg por dia, e para o tratamento da Síndrome de Turner, a dose deve ser de 0,05 a 0,125 mg/Kg, por dia. 

Saiba quais as características da Síndrome de Turner.

Possíveis efeitos colaterais

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com oxandrolona incluem aparecimento de características sexuais secundárias masculinas em mulheres, irritação da bexiga, sensibilidade ou dor nas mamas, desenvolvimento das mamas nos homens, priapismo e acne.

Além disso, embora seja mais raro, pode ainda ocorrer disfunção hepática, diminuição dos fatores de coagulação, aumento do cálcio no sangue, leucemia, hipertrofia da próstata, diarreia e alterações do desejo sexual.

Quem não deve usar

A oxandrolona é contraindicada em pessoas com hipersensibilidade a esta substância e outros componentes presentes na fórmula, em pessoas com câncer de mama disseminado, com altos níveis de cálcio no sangue, problema grave no fígado, inflamação nos rins, câncer de próstata e na gravidez.

O uso da Oxandrolona em caso de comprometimento cardíaco, hepático ou renal, história de doenças coronarianas, diabetes mellitus e hipertrofia prostática só deve ser feito sob orientação médica.


Bibliografia

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem