Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Quais os sintomas da primeira semana de gravidez

Dezembro 2019

Durante a primeira semana de gravidez os sintomas são ainda muito sutis e poucas são as mulheres que conseguem realmente entender que algo está mudando no seu corpo.

No entanto, é durante os primeiros dias após a fecundação que ocorrem as maiores alterações a nível hormonal, já que o corpo deixa de estar num ciclo menstrual constante. Assim, algumas mulheres podem referir sintomas como cólica abdominal, aumento da sensibilidade das mamas, cansaço excessivo, variações de humor ou repulsa para cheiros mais fortes, por exemplo.

Veja ainda quais os sintomas que podem aparecer durante o 1º mês.

Quais os sintomas da primeira semana de gravidez

1. Cólicas abdominais

Este é um sintoma muito comum durante a vida da mulher, que normalmente acontece durante períodos de maior alteração hormonal, como acontece na gravidez, ou simplesmente durante a menstruação. No entanto, e ao contrário do ciclo menstrual, na gravidez, este sintoma não é acompanhado de sangramento.

Além da cólica abdominal, a mulher também pode notar que a barriga está um pouco mais inchada que o normal. Isso não acontece devido ao feto, que ainda está numa fase embrionária microscópica, mas sim devido à ação dos hormônios sobre os tecidos do útero e todo o aparelho reprodutor feminino.

2. Sensibilidade nas mamas

Logo após a fecundação o corpo da mulher entra numa fase de grandes alterações hormonais e um dos primeiros sinais que pode ser identificado é o aumento da sensibilidade nas mamas. Isso acontece porque o tecido mamário é muito sensível a alterações hormonais, sendo dos primeiros locais do corpo a se preparar para a gravidez.

Embora a sensibilidade possa ser notada na primeira semana, muitas mulheres só referem este desconforto após 3 ou 4 semanas, junto com alterações nos mamilos e aréola, que pode se tornar mais escura.

3. Cansaço excessivo

A maior parte das grávidas refere o surgimento de fadiga, ou cansaço excessivo, apenas depois das 3 ou 4 semanas, mas também existem alguns relatos de mulheres que apresentaram um cansaço inexplicável logo após a fecundação.

Normalmente, esse cansaço está relacionado com o aumento do hormônio progesterona no corpo, que tem como efeito colateral um aumento da sonolência e diminuição da energia durante o dia.

Quais os sintomas da primeira semana de gravidez

4. Variações de humor

As variações de humor são outro sintoma que pode surgir durante a primeira semana e que, muitas vezes, nem são entendidas pela própria mulher como um sinal de gravidez, sendo apenas confirmadas quando a mulher obtém um teste de farmácia positivo.

Essas variações acontecem devido à oscilação dos hormônios, que pode levar a mulher a ter sentimentos de alegria e, num momento imediato, sentir tristeza e até irritabilidade.

5. Repulsa para cheiros fortes

Com as intensas variações nos níveis hormonais, a mulher também tem tendência a ficar mais sensível a cheiros, podendo apresentar repulsa para cheiros mais intensos, como os de perfumes, cigarro, comidas condimentadas ou de gasolina, por exemplo.

Assim como as variações de humor, estas repulsa para cheiros fortes costuma passar despercebida, pelo menos até ao momento em que a mulher faz o teste de gravidez.

Como confirmar se é gravidez

Uma vez que muitos dos sintomas da primeira semana de gravidez são semelhantes aos que acontecem em outros momentos da vida da mulher, devido a alterações hormonais, não devem ser tidos como uma forma infalível de confirmar a gravidez.

Assim, o ideal é que a mulher faça um teste de farmácia nos 7 primeiros dias após o atraso da menstruação, ou então, que consulte um obstetra para realizar um exame de sangue para identificar os níveis do hormônios beta HCG, que é um tipo de hormônio que apenas é produzido durante a gestação.

Entenda melhor quando devem ser feitos os testes de gravidez e como funcionam.

Qual é a primeira semana de gravidez?

A primeira semana de gravidez é considerada pelo obstetra como a semana a partir do primeiro dia da última menstruação. Isso significa que durante essa semana a mulher ainda não está de fato grávida, já que o novo óvulo ainda não foi liberado e, dessa forma, ainda não pode ter sido fecundado pelo espermatozoide, para gerar uma gravidez.

No entanto, o que a mulher considera ser a primeira semana de gravidez são os 7 dias imediatamente após a fecundação do óvulo, o que só acontece após às 2 semanas da idade gestacional considerada pelo médico. Assim, a semana que popularmente é considerada a primeira semana de gestação acontece, de fato, por volta da terceira semana de gravidez dos cálculos do médico, ou 3ª semana após a menstruação.

Bibliografia >

  • BASTIAN, L. A. et al. Clinical manifestations and diagnosis of early pregnancy. Uptodate. 2017
  • OFFICE ON WOMEN'S HEALTH. Stages of pregnancy. Disponível em: <https://www.womenshealth.gov/pregnancy/youre-pregnant-now-what/stages-pregnancy>. Acesso em 20 Nov 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem