Pneumonia

publicidade

​A pneumonia é uma infecção pulmonar que afeta os alvéolos, que são os responsáveis por levar o oxigênio para o sangue. Durante a pneumonia os pulmões ficam cheios de catarro e pus, causando dificuldade para respirar e há diminuição de oxigênio em todos os tecidos do corpo.

A pneumonia pode ocorrer devido ao agravamento de uma gripe e seus sintomas incluem febre alta e dificuldade para respirar, sendo comum tosse com catarro esverdeado ou com cor de ferrugem. 

A pneumonia é diagnosticada por um pneumologista com base nos sintomas e exames como ausculta pulmonar e raio-x de tórax. Seu tratamento deve ser iniciado o quanto antes e pode ser feito com medicamentos antivirais ou antibióticos e uso de uma máscara de oxigênio, em casa ou no hospital.

Sintomas da pneumonia

Os sintomas da pneumonia podem surgir de forma repentina ou podem surgir após uma gripe que dura muitos dias. Os sintomas da pneumonia são:

  • Tosse inicialmente seca, mas que piora e apresenta catarro com cor esverdeada ou cor de ferrugem;
  • Cansaço excessivo;
  • Dor no peito;
  • Calafrios;
  • Febre alta, superior a 39ºC;
  • Respiração curta e rápida;
  • As pontas dos dedos e os lábios podem ficar arroxeados.

Ao observar estes sintomas deve-se ir ao pneumologista para fazer exames, como raio-x de tórax, exame de sangue e o exame de escarro, a fim de iniciar identificar a doença e iniciar o tratamento adequado.

Apesar de qualquer pessoa poder pegar pneumonia ela é mais comum nas crianças, nos idosos, nos pacientes que estejam em tratamento para a Aids, câncer ou que tenha alguma doença respiratória como a asma, por exemplo.

Fotos de pulmão com pneumonia

A primeira foto representa o raio-x de um pulmão saudável, a do meio é o pulmão de um paciente com pneumonia e a da direita o de um indivíduo fumante. As áreas mais escuras representam o ar e as assinaladas são as áreas afetadas.

Tipos de pneumonia

Os tipos de pneumonia são classificados de acordo com a sua causa. Leva-se em consideração o tipo de microorganismo envolvido, o local onde o paciente foi contaminado e como esta contaminação aconteceu. Os tipos de pneumonia são:

  • Pneumonia bacteriana: é uma infecção provocada por bactérias e o tratamento pode ser feito com antibióticos;
  • Pneumonia viral: é causada por vírus e o tratamento é mais prolongado porque não existem remédios antivirais para todos os vírus existentes;
  • Pneumonia aspirativa: surge após aspirar um líquido, como seu próprio vômito, podendo ser causada tanto por vírus como por bactérias;
  • Pneumonia atípica: é provocada por microrganismos diferentes dos da pneumonia comum, como o Mycoplasma pneumoniae;
  • Pneumonia comunitária: é uma infecção do pulmão grave que se pega fora do hospital ou nas primeiras 48 horas de internamento hospitalar;​
  • Pneumonia nosocomial: quando a pneumonia se desenvolve enquanto o indivíduo está internado no hospital ou até 72 horas após a alta.

A pneumonia é uma doença contagiosa mas não é comum um indivíduo passar a pneumonia para os outros. Isto tende a acontecer em caso de fumantes, com doenças respiratórias, gripe, idade avançada ou sistema imune enfraquecido.

Pneumonia infantil

A pneumonia infantil é muito comum em bebês com menos de um ano, uma vez que apresentam reduzido desenvolvimento do sistema imune, mas maior risco de respirar líquidos ou catarro para os pulmões, resultando numa infecção pulmonar.

Os sintomas de pneumonia infantil são semelhantes aos do adulto, no entanto, a criança tem tendencia a apresentar falta de apetite, apatia e choro fácil e, por isso, deve ser avaliada por um pediatra sempre que existirem sintomas como estes.

Para ajudar no tratamento da pneumonia infantil os pais devem evitar tirar a criança ou o bebê de casa, vesti-lo de acordo com a estação do ano, evitando mudanças bruscas de temperatura ou locais com muita pessoas ou fumaça. Ir a escola é desaconselhado.

Tratamento da pneumonia

O tratamento para pneumonia pode durar até 2 semanas, sendo feito com o uso de antibióticos, como Amoxacilina, Azitromicina, Claritromicina, Ceftriaxona ou Levofloxacina.

Durante o tratamento, o paciente deve permanecer de repouso em casa, evitar ir ao trabalho ou à escola, beber muita água e se alimentar normalmente, podendo sentir melhora dos sintomas entre o 3º e o 4º dia de tratamento. Nos casos mais graves, o indivíduo pode ficar internado para realizar oxigênio ou fisioterapia respiratória e o tempo de tratamento varia entre 14 ou 21 dias, podendo prolongar-se por mais tempo.

Para evitar pegar a pneumonia é recomendada a vacinação pneumocócica, mas outras boas maneiras são lavar as mãos, evitar lugares com poluição ou fumaça, utilizar roupa adequada e usar máscara de proteção durante uma epidemia.

Podem ajudar no tratamento:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade