Herpes Genital

publicidade

A herpes genital é uma doença causada pelo vírus herpes simplex 1 ou 2 que tem como principal sintoma as feridas nos órgãos genitais. Seu tratamento geralmente é feito com o uso de medicamentos antivirais como o Aciclovir sempre que a doença se manifestar, pois a herpes genital não tem cura.

Na maior parte das vezes a herpes genital é causada pelo contato entre genitais, mas os indivíduos que possuem herpes labial podem transmitir herpes para o genital do parceiro.

Tratamento para herpes genital

O tratamento da herpes genital pode ser feito com o uso de comprimidos antivirais, como por exemplo:

  • Aciclovir: 200 mg, 2 vezes ao dia, por 7 dias ou
  • Valaciclovir: 500 mg, 1 vez ao dia, por 10 dias ou
  • Famciclovir: 1g, 2 vezes ao dia, por 1 dia.

O uso do Aciclovir em forma de pomada também pode ajudar no controle da doença. A pomada deve ser aplicada a cada 4 horas, após a devida limpeza do local, nos primeiros 4 dias. Quando as lesões estiverem secas pode-se aplicar uma pomada de povidona iodada até a completa remissão da herpes.

Se as feridas do herpes genital não puderem ser cobertas pelo preservativo, durante a recorrência da doença, é importante evitar ter relações para evitar o contágio do parceiro, e se este já estiver contaminado, é importante que também realize o tratamento.

Herpes genital tem cura?

A herpes genital não tem cura definitiva porque o vírus do herpes não pode ser eliminado do organismo, no entanto, é possível controlar a doença sempre que ela se manifestar, com o tratamento indicado pelo médico.

Apesar de não curar a doença, o tratamento irá diminuir o tempo de duração da ferida, a intensidade dos sintomas e as chances de transmissão da herpes genital para outros.

Sintomas da herpes genital

Os sintomas da herpes genital geralmente são:

  • Pequenas feridas cor-de-rosa, que surgem agrupadas numa determinada região do órgão genital, que se rompem após cerca de 2 dias, soltando um líquido transparente;
  • Dor local intensa;
  • Coceira;
  • Dor ou dificuldade para urinar;
  • Pode haver: dor de cabeça, febre e dor muscular.

O período de incubação do vírus varia entre 1 ou 2 dias. Após este período o indivíduo poderá começar a sentir uma dor intensa no local da infecção e posteriormente os outros sintomas instalam-se.

Se apresentar estes sinais e sintomas é importante marcar uma consulta com um ginecologista ou urologista, para que ele possa fazer o diagnóstico da herpes genital através da observação das lesões e de exames como uma raspagem local para identificação do vírus.

Fotos da herpes genital

Herpes genital na gravidez

A herpes genital na gravidez não prejudica o desenvolvimento do bebê, no entanto, se a mulher optar por um parto normal, o bebê poderá ser infectado com o vírus e desenvolver a doença.

O tratamento da herpes genital durante a gravidez pode ser feito com o uso de antivirais recomendados pelo obstetra, pois o Aciclovir é contraindicado na gravidez.

Transmissão da herpes genital

A transmissão da herpes genital pode acontecer através:

  • Do contato direto com a ferida do herpes genital ou labial de outro indivíduo;
  • De mãe para filho, através do parto normal, se durante o trabalho de parto a mulher apresentar as feridas típicas da herpes.

Devido à possibilidade de transmissão do herpes pelo contato íntimo, recomenda-se o uso do preservativo em todas as relações.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 27/08/2014 Última atualização da página: 15/11/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.