Tratamento para herpes genital

publicidade

O tratamento para herpes genital pode ser feito em casa com o uso de comprimidos antivirais, como Aciclovir, Fanciclovir ou Valaciclovir, durante cerca de 10 a 14 dias. O tratamento não dói e deve ser indicado pelo urologista, no caso do homem, ou pelo ginecologista, na mulher.

Além dos comprimidos, o médico também pode indicar o uso de uma pomada para herpes genital, como Aciclovir creme, que deve ser aplicada sobre a região afetada até 5 vezes por dia, e que não deve ser utilizada também pelo parceiro para não passar o vírus de um para o outro.

Herpes genital tem cura?

A herpes genital não tem uma cura definitiva porque o vírus não pode ser eliminado do organismo. No entanto, quando o tratamento é feito corretamente até o fim, pode eliminar as verrugas genitais, sendo que elas podem voltar a se manifestar no futuro.

Tratamento natural para herpes genital

Um excelente tratamento natural para herpes genital, que deve complementar o tratamento prescrito pelo médico, é o banho de assento de manjerona ou o banho de assento com hamamélis, pois estas plantas medicinais possuem propriedades analgésicas, anti-inflamatórias e antivirais.

Veja como fazer este tratamento caseiro para herpes genital.

Além deste tratamento caseiro, o indivíduo deve ter alguns cuidados para facilitar o tratamento, como:

  • Lavar a região afetada com água e sabão ou água e sal, para evitar infecções;
  • Aplicar compressas frias sobre a área com herpes, para aliviar a dor;
  • Passar vaselina ou uma pomada anestésica, como Xilocaína, após urinar, para aliviar a queimação;
  • Beber bastantes líquidos, como água, chá ou água de coco;
  • Evitar utilizar roupa muito apertada, para não friccionar as feridas da herpes;
  • Evitar partilhar objetos que tenham estado em contato com a região.

É também importante utilizar camisinha em todos os contatos íntimos para evitar a transmissão para outras pessoas.

Tratamento para herpes genital recorrente

O tratamento para herpes genital recorrente pode ser feito com o uso de um remédio antiviral, como Zovirax ou Penvir quando o paciente apresenta menos de 6 episódios por ano, devendo ser usado quando surgem sintomas de formigamento na região genital, evitando o surgimento das feridas.

Porém, quando existem mais de 6 episódios por ano ou quando os sintomas são muito severos, o médio pode prescrever um tratamento para herpes com Aciclivir comprimido até 12 meses, reduzindo as chances de transmissão e surgimento de sintomas.

Tratamento para herpes genital na gravidez

O tratamento para herpes genital na gravidez deve ser indicado pelo obstetra e, normalmente, é feito com remédios antivirais orais, como o Aciclovir, quando:

  • A grávida apresenta sintomas de herpes recorrente durante a gravidez: o tratamento é iniciado desde as 36 semanas de gestação até ao parto;
  • A gestante é infetada pela primeira vez durante a gravidez: o tratamento deve ser feito durante o restante período da gravidez e, geralmente, é recomendado fazer cesárea para evitar transmitir o vírus para o bebê.

No caso da gestante com herpes recorrente, o parto normal pode ser feito caso a mulher não apresente feridas vaginais, pois o risco de transmissão da infecção é baixo.

Quando o tratamento não é feito de forma adequada, o vírus da herpes pode ser transmitido para o bebê, causando herpes neonatal, que é uma infecção que pode afetar o sistema nervoso central e colocar a vida do bebê em risco.

Sinais de melhora da herpes genital

O sinais de melhora da herpes genital podem surgir a partir do 5º dia de tratamento e incluem a diminuição da dor e a cicatrização das feridas na região íntima do paciente.

Sinais de piora da herpes genital

Quando o tratamento não é feito de forma adequada, podem surgir sinais de piora da herpes genital que se caracterizam pelo inchaço e vermelhidão da região, assim como o preenchimento das feridas com pus.

Além disso, a herpes genital pode ser transportada para outros locais do corpo quando o indivíduo não lava as mãos após tocar na região íntima.

Complicações da herpes genital

A principal complicação da herpes genital é a infecção das feridas quando os cuidados durante o tratamento não são feitos de forma adequada, sendo que, quando isso acontece, o paciente deve ir ao hospital pois pode ser necessário tomar um antibiótico.

Além disso, quando o indivíduo tem contanto íntimo sem camisinha e sem as feridas terem cicatrizado, existe maiores chances de pegar HIV, caso o parceiro esteja infetado.

Veja mais formas de auxiliar o tratamento da herpes genital:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade