Veja como identificar os sintomas da Herpes Genital

PUBLICIDADE

O herpes genital é uma Doença Sexualmente Transmissível, que se pega através do contato íntimo, ao entrar em contato direto com as bolhas ou úlceras com líquido nos genitais, coxas ou ânus e que causa sintomas como ardência, coceira, dor e desconforto.

Porém, antes das bolhas surgirem em alguns casos é possível identificar se vai ter algum episódio de herpes, pois surgem muitas vezes sintomas de aviso como infeção urinária com desconforto, ardência ou dor ao urinar ou coceira leve e sensibilidade em alguns locais da região genital. Estes sintomas de aviso, nem sempre acontecem, mas podem surgir horas ou mesmo dias antes das bolhas se formarem.

Veja como identificar os sintomas da Herpes Genital

Principais Sintomas da Herpes Genital

Os principais sintomas da herpes genital que geralmente surgem, são:

  • Pequenos agrupamentos de bolhas e feridas;
  • Coceira e desconforto;
  • Ardor ao urinar caso as bonhas estejam perto da uretra;
  • Dor;
  • Ardor e dor ao defecar, caso as bolhas estejam próximas do ânus;
  • Ínguas na virilha;

Além destes sintomas, podem surgir outros sintomas mais gerais semelhantes aos da gripe como febre baixa, calafrios, dor de cabeça, mal estar geral, perda de apetite, dor muscular e cansaço, sendo estes mais comuns no primeiro episódio de herpes genital ou naqueles mais severos onde as bolhas surgem em grande quantidade, dispensando por grande parte da região dos genitais.

As feridas do herpes genital, além de poderem surgir no pênis e na na vulva, também podem surgir na vagina, região peri anal ou ânus, uretra ou mesmo no colo do útero.

Tratamento do Herpes Genital

O tratamento do herpes genital pode ser feito usando medicamentos antivirais como Aciclovir ou Valaciclovir em comprimidos ou pomadas, que ajudam a diminuir a replicação do vírus no corpo e a curar as bolhas e feridas.

Além disso, como as bolhas do herpes na região genital conseguem ser bem dolorosas, para ajudar a passar pelo episódio o médico pode também recomendar a utilização de pomadas ou géis anestésicos locais, como Lidocaína ou Xylocaina, que ajudam a hidratar a pele e anestesiar a zona afetada, aliviando assim a dor e desconforto.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE