É possível engravidar tomando anticoncepcional?

publicidade

Toda mulher corre o risco de engravidar, mesmo tomando o anticoncepcional regularmente porque os anticoncepcionais apenas têm uma eficácia de cerca de 98%. Além disso, o uso de antibióticos ou de outros remédios podem diminuir a eficácia da pílula anticoncepcional, aumentando o risco de gravidez.

Outras situações que podem limitar a eficácia da pílula anticoncepcional são:

  • Trocar a pílula por outra ou outro método contraceptivo e não usar preservativo nas 2 primeiras semanas;
  • Ter episódios de diarreia ou vômito até 2 horas depois de tomar a pílula anticoncepcional. Neste caso, deve-se tomar uma nova pílula;
  • Esquecer de tomar o anticoncepcional sempre na mesma hora;
  • Esquecer várias vezes de tomar a pílula anticoncepcional durante o mês.

Se a mulher achar que está grávida, mas ainda estiver tomando a pílula, ela deverá realizar um teste de gravidez o mais rápido possível. Caso a gravidez seja confirmada, a mulher deverá deixar de tomar a pílula. O uso da pílula anticoncepcional não altera o resultado do teste de gravidez, pois este teste detecta a quantidade de hormônio Beta HCG no sangue.

A pílula anticoncepcional Cerazette, que é usada durante a amamentação, serve para evitar a gravidez e tem uma eficácia de cerca de 98%, como as outras pílulas anticoncepcionais, no entanto, se a mulher se esquecer de tomar a pílula ou estiver tomando um antibiótico, por exemplo, pode engravidar novamente.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 18/09/2014 Última atualização da página: 18/07/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.