Anticoncepcional na gravidez

publicidade

O anticoncepcional na gravidez está contraindicado. Porém, no primeiro mês, quando a mulher ainda não sabe que está grávida, tomar a pílula anticoncepcional não tem efeitos sobre o desenvolvimento do bebê, mas deve ser interrompida logo que a mulher descubra que está grávida.

O anticoncepcional pode prejudicar a gestação, pois os seus hormônios, estrogênio e progesterona, podem afetar a formação dos órgãos sexuais do bebê, provocar leucemia, defeitos no trato urinário ou problemas de malformação cardíaca ou nervosa. Assim, o uso da pílula anticoncepcional deve ser interrompida logo que a mulher suspeitar que está grávida. 

A pílula concepcional na gravidez não causa sangramento nem faz menstruar e raramente provoca aborto, só se os seus efeitos no desenvolvimento do bebê forem muito graves.  

A pílula anticoncepcional é um remédio a base de hormônios que impede a ovulação e evita que a mulher engravide. Porém, o uso de alguns remédios ou o esquecimento de tomar a pílula podem cortar ou diminuir o seu efeito, aumentando o risco de engravidar. 

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 29/07/2014 Última atualização da página: 30/12/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.