Desenvolvimento do bebê - 35 semanas de gestação

publicidade

O bebê com 35 semanas já está completamente formado e já tem um aspecto semelhante ao esperado no nascimento. No entanto, ainda precisa crescer mais um pouco e ganhar mais peso antes de nascer.

Desenvolvimento do feto com 35 semanas de gestação

Com 35 semanas, todos os órgãos do bebê já estão completamente formados, exceto os pulmões que continuam a se desenvolver e a produzir mais líquido que irá impedi-los de parar de funcionar quando o bebê começar a respirar. Os dois rins já funcionam a 100%, assim como o fígado também já consegue exercer as suas funções, processando substâncias que o corpo já não precisa.

O rosto do bebê é liso e as rugas desapareceram. A pele tem uma cor rosada e não mais avermelhada por causa da gordura branca que se acumulou sobre ela. A gordura vai lhe dar energia e controle sobre a temperatura do corpo depois de nascer.

O bebê está coberto por uma espessa camada de vérnix cremoso e pode ter bastante cabelo. As unhas das mãos chegam à ponta dos dedos, mas as unhas dos pés ainda não estão totalmente desenvolvidas.

A parede do útero e do abdome da mãe ficam mais finas, deixando passar mais luz, o que irá facilitar a regulação dos ciclos de atividade durante o dia/noite e fará com que o bebê feche e pisque os olhos, reagindo à luz intensa.

Agora já não há muito espaço dentro do útero. O bebê já pode ter dado a volta e assumido a posição de cabeça para baixo, pronto para nascer. É provável que ele se sinta bastante apertado no útero e pode ter dificuldade em se mexer, mas a mãe continuará a sentir os movimentos. Olhando para a barriga, as vezes até se pode conseguir distinguir o contorno de um cotovelo, um pé ou da cabeça.

Tamanho do feto com 35 semanas de gestação

O tamanho do feto com 35 semanas é de aproximadamente 43.7 centímetros de comprimento e pesa cerca de 1.900 g.

Foto do feto com 35 semanas de gestação

Alterações na mulher com 35 semanas de gravidez

As alterações na mulher com 35 semanas são a maior possibilidade de sentir falta de ar e indigestão pois o útero está muito próximo as costelas, comprimindo o estômago, o aparelho digestivo e os pulmões. Uma boa dica é tentar respirar profundamente sempre que tiver dificuldade para respirar e fazer refeições menores e mais frequentes.

Apesar do aumento das idas ao banheiro devido ao peso do útero sobre a bexiga, a mãe não deve reduzir a ingestão de água pois o bebê necessita de bastante líquido. Uma boa ideia, contudo, é reduzir o consumo de bebidas diuréticas, como chá, café e refrigerante.

Nesta fase da gravidez, a mulher normalmente já pode ter engordado entre 9 e 11 quilos, e seu umbigo pode estar saliente e maior. Deve ser disciplinada em relação ao sono, dormindo sempre que puder para que possa descansar o máximo possível.

A partir dessa semana, o médico deverá pedir para que a mãe compareça a consultas semanais até o dia do parto para controlar mais de perto a tensão arterial da mãe e a posição do bebê.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 21/10/2014 Última atualização da página: 09/09/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.