Desenvolvimento do bebê - 34 semanas de gestação

publicidade

O bebê com 34 semanas de gestação, ou 8 meses de gravidez, já está bastante desenvolvido. Nesta fase, caso ocorra um parto prematuro, existe mais de 90% de chance dos bebês sobreviverem sem grandes problemas de saúde.

Desenvolvimento do feto com 34 semanas de gestação

Em relação ao desenvolvimento do feto com 34 semanas, este possui uma camada maior de gordura pois irá precisar dela para regular a temperatura do corpo fora do útero, após o nascimento. Devido a esse aumento de peso, a pele do bebê tem um aspecto mais liso.

O sistema nervoso central e o sistema imunológico ainda estão amadurecendo, mas os pulmões já estão praticamente desenvolvidos.

A audição está quase 100% desenvolvida, portanto é uma boa altura para conversar bastante com o bebê, se ainda não o fez. Ele gosta mais dos sons agudos, principalmente a voz da mãe.

O processo de pigmentação da íris, nos olhos, ainda não completo. Isso só será possível após maior exposição à luz várias semanas após o nascimento. Por isso alguns bebês nascem com olhos claros e depois escurecem, tendo a sua cor definitiva somente após algum tempo.

Nesta semana, o bebê se prepara para o parto. Os ossos já estão bem fortes, mas os do crânio ainda não estão completamente conectados, o que facilitará a sua passagem pelo canal vaginal na hora do parto normal.

Se for um menino, os testículos começam a descer. Pode acontecer de um ou os dois testículos não irem para a posição correta antes do nascimento ou até mesmo ao longo do primeiro ano.

Tamanho do feto com 34 semanas de gestação

O tamanho do feto com 34 semanas é de aproximadamente 43,7 centímetros de comprimento, medidos da cabeça ao calcanhar e pesa cerca de 1,9 kg.

Fotos do feto com 34 semanas de gestação

Alterações na mulher com 34 semanas de gravidez

A alteração na mulher com 34 semanas de gravidez é a sensação mais intensa de dor ou dormência no quadril ao caminhar. Isso ocorre devido à preparação da região pélvica da mãe para o parto, com o afrouxamento das articulações. Caso o desconforto seja muito grande, deve-se informar ao médico nas consultas, que agora serão mais frequentes.

Nota-se também uma coceira nos seios à medida que eles crescem. Deve-se hidratá-los ao máximo com cremes a base de vitamina E para evitar estrias.

A mãe continuará sentindo as contrações de treinamento que podem causar alguma cólica além da barriga dura

Nesta fase é importante que a mãe já comece a pensar numa pessoa para ajudá-la nos serviços domésticos, como por exemplo, uma mãe, uma sogra ou uma empregada pois a cada dia que passa sentirá mais cansaço, menos disposição e mais dificuldade para dormir. O tamanho da barriga também poderá dificultar a realização de muitos esforços físicos.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 23/07/2014 Última atualização da página: 27/11/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.