Condromalacia

publicidade

A condromalacia, também chamada de "joelho do corredor" ou condropatia patelar, é um desgaste da articulação do joelho que geralmente tem cura e manifesta-se através de sintomas como dor profunda no joelho e à volta da rótula ao realizar determinados movimentos, cujo tratamento é feito com a toma de anti-inflamatórios, exercícios, fisioterapia e em alguns casos, cirurgia.

A condromalacia patelar é causada especialmente pelo enfraquecimento do músculo quadríceps, localizado na parte da frente da coxa e pelo formato do joelho do indivíduo ou pelo posicionamento do seu pé. Estas condições quando associadas ao excesso de peso e ao esforço repetitivo são as maiores causadores da doença.

Condromalacia patelar tem cura?

A condromalacia patelar tem cura e ela pode ser alcançada em algumas semanas se o indivíduo realizar o tratamento de forma correta. Este consiste em:

  • Desinflamar a região;
  • Recuperar a integridade da articulação;
  • Fortalecer e alongar os músculos da perna;
  • Adequar o posicionamento da rótula e dos pés.

Indivíduos diagnosticados com condromalacia patelar, grau 3 ou 4 poderão ser submetidos a cirurgia de artroscopia ou ao transplante de cartilagem.

Sintomas da condromalacia patelar

Os sintomas da condromalacia patelar incluem:

  • Dor no joelho ao subir e descer escadas, correr ou levantar-se da cadeira, por exemplo;
  • Dor em volta da rótula do joelho especialmente ao dobrar a perna;
  • Ardência ou dor no joelho ao ficar com a perna dobrada por algum tempo;
  • Sensação de crepitação (ter areia dentro do joelho) ou estalos no joelho;
  • Pode haver inchaço no joelho.

Graus da condromalacia

Segundo Outebridge, os graus da condromalacia patelar são:

  • Condromalacia patelar grau 1: amolecimento da cartilagem e inchaço;
  • Condromalacia patelar grau 2: fragmentação da cartilagem ou rachaduras com diâmetro inferior a 1,3 cm de diâmetro;
  • Condromalacia patelar grau 3: fragmentação ou rachaduras com diâmetro superior a 1,3 cm de diâmetro;
  • Condromalacia patelar grau 4: erosão ou perda total da cartilagem da articulação em questão, com exposição do osso subcondral.

Tratamento para condromalacia

O tratamento para condromalacia patelar pode ser feito com a toma de analgésicos para diminuir a dor, anti-inflamatórios para controlar a inflamação e fisioterapia para melhorar o posicionamento da rótula e melhorar a função do joelho. Casos mais graves podem ser tratados cirurgicamente.

Recomenda-se ainda:

  • Evitar salto alto;
  • Usar sapatos que apoiam bem os pés;
  • Não cruzar as pernas quando sentado;
  • Manter a boa postura;
  • Emagrecer, para diminuir o peso sobre o joelho;
  • Evitar subir rampas ou fazer exercícios em locais íngremes.

Fisioterapia para condromalacia

A fisioterapia para condromalacia patelar pode incluir o uso de aparelhos como laser, ultrassom e microcorrentes, alongamento especialmente dos músculos da parte de trás da coxa e fortalecimento dos músculos da perna, especialmente dos músculos da parte da frente da coxa.

O fisioterapeuta deverá realizar uma avaliação da postura do indivíduo e do posicionamento do quadril, joelhos e pés, pois quando alguma destas estruturas estão mal posicionadas o risco de cronicidade da condromalacia é maior. Bons tratamentos fisioterapêuticos para condromalacia são a hidroterapia e o RPG: reeducação postural global.

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 29/07/2014 Última atualização da página: 30/01/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.