Como identificar e tratar o Cisto de Naboth

O cisto de Naboth é um pequeno nódulo que se forma na superfície do colo do útero devido ao acumulo de muco liberado pelas glândulas de Naboth que estão no colo do útero.

Estes cistos se formam quando as glândulas produtoras de muco são cobertas por um tipo de célula semelhante as da pele, obstruindo a passagem do muco. Quando isto acontece, o muco fica acumulado no interior do útero dando origem ao cisto arredondado à superfície do colo do útero, que pode ser observado no exame ginecológico.

Os cistos de Naboth são bastante comuns nas mulheres em idade reprodutiva, especialmente naquelas que já tiveram filhos e não significam que a mulher esteja com câncer de útero ou câncer de colo de útero. Além disso, não existe nenhuma relação entre os cistos de Naboth e a gravidez, estes cistos não causam infertilidade, nem prejudicam a fertilização ou a gestação.

Como identificar e tratar o Cisto de Naboth

Sintomas e diagnóstico 

Este cisto normalmente não apresenta nenhum sintoma, mas sua presença pode indicar que houve uma infecção anterior ou recente que levou à irritação do colo uterino.

Os cistos de Naboth são diagnosticados muitas vezes por acaso pelo ginecologista durante um exame ginecológico como o papanicolau. O cisto apresenta-se arredondado e com uma cor esbranquiçada que é visível e palpável no colo do útero durante o exame ginecológico de rotina.

A colposcopia e a biópsia podem ser utilizadas para avaliar as características do cisto e diferenciar de outras lesões, mas geralmente não é necessária biopsia.

Causas

A causa do cisto de Naboth é o acumulo de secreção no interior do útero devido ao bloqueio da passagem do muco pelo canal. Isso pode acontecer quando após uma infecção genital o corpo forma uma camada de pele protetora na região do colo do útero, dando origem aos pequenos nódulos benignos nesta região que podem ser observados em exames ou sentidos através do toque vaginal.

É preciso tratar o cisto de Naboth?

Normalmente os cistos de Naboth não necessitam de tratamento, porque desaparecem sozinhos, mas em casos muito raros, os cistos podem aumentar muito de tamanho, alterando a forma do útero. Nesta situação, o ginecologista pode remover o cisto com recurso a um instrumento de calor que destrói o cisto ou utilizando um bisturi.

Veja como é feito e que doenças identifica o exame ginecológico Papanicolau

Mais sobre este assunto: