Sintomas de Gases

publicidade

Os gases podem ser causados por uma alimentação inadequada, prisão de ventre ou pela deglutição de ar ao comer ou falar, dentre outros fatores. Confira seus sintomas e algumas formas de tratamento.

Sintomas de gases estomacais

  • Desconforto gástrico
  • Arrotos
  • Estômago alto
  • Sensação de peso no estômago
  • Pode haver azia
  • Pode haver falta de ar
  • Pode haver fisgada no peito, como se o coração fosse afetado

Sintomas de gases intestinais

  • Dor abdominal intensa, por vezes em forma de pontada
  • Inchaço abdominal
  • Barriga dura
  • Flatulência
  • Prisão de ventre
  • Cólica intestinal

Estes sintomas podem variar de intensidade de acordo com a sensibilidade do indivíduo.

Tratamento para gases

Algumas formas de tratamento para gases são:

  • Tomar uma xícara de chá de funcho para eliminar os gases em excesso
  • Fazer uma caminhada de 30 a 40 minutos
  • Comer devagar, evitando engolir ar quando engole a comida e a bebida
  • Ter uma dieta equilibrada, ingerindo diariamente alimentos ricos em fibras
  • Beber, no mínimo, 1,5 litro de água por dia
  • Evitar refrigerantes e outras bebidas com gás
  • Evitar o excesso de alimentos ricos em carboidratos
  • Evitar o excesso de leite e de seus derivados
  • Evitar os alimentos de causam gases
  • Evitar mascar chicletes para não engolir ar

Gases na gravidez

Os gases intestinais são comuns no final da gravidez e podem causar uma dor abdominal localizada, que pode durar dias. Eles podem ser causados pelos hormônios e pelo peso do bebê sobre o intestino, que diminui seus movimentos e facilita a prisão de ventre, causando o acumulo de gases. Ainda neste caso, o tratamento deve ser o mesmo. Somente nos casos mais graves é que aconselha-se o uso de um laxante ou uma lavagem intestinal.

Links úteis:

Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última data de atualização do site: 21/04/2014 Última data de atualização da página: 02/11/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.