Sintomas de falta de cálcio

publicidade

Os sintomas de falta de cálcio no organismo, mais evidentes a longo prazo, se refletem principalmente na fraqueza dos ossos, que dão origem à osteoporose pois o cálcio é um mineral importante na formação dos dentes e dos ossos. Além disso a falta de cálcio provoca também:

  • Cãibras, Pressão alta,
  • Dor na coluna, Depressão,
  • Irritabilidade, Nervosismo,
  • Ansiedade, 
  • Cólicas menstruais, Unhas fracas e pálidas,
  • Periodontite, Cáries, Artrite.

Estes sintomas podem ocorrer com a falta de cálcio moderada e, por isso, é possível aumentar o consumo de alimentos ricos em cálcio como iogurte, leite, queijo, espinafre, tofu e brócolis, por exemplo, para diminuir esta deficiência. Porém, pode ser necessário fazer uma suplementação em cálcio e, por isso, é importante consultar o médico ou nutricionista.

Para diagnosticar a falta de cálcio no corpo é feito um exame de sangue, mas para saber se os ossos estão fracos, é necessário a realização de um exame que se chama de densitometria óssea.

Aumentar a absorção de cálcio

Para aumentar a absorção de cálcio na alimentação, pode-se também ingerir alimentos ricos em vitamina D, como peixes, leite e ovo, por exemplo, porque esta vitamina ajuda a aumentar a absorção de cálcio. Porém, um adulto saudável consegue ter no organismo a vitamina D necessária quando fica exposto à luz solar 20 minutos por dia, sem o uso de protetor solar, pois o organismo consegue produzir esta vitamina.

Também é importante ter um intestino saudável, porque desta forma acontece a absorção do cálcio. Além disso, é importante ter cuidado com alguns medicamentos, que podem diminuir a absorção de cálcio, como aqueles que contém colestiramina, neomicina, difenilidantoína e tetraciclina.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 29/08/2014 Última atualização da página: 16/04/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.