Solução natural para barriga inchada

publicidade

Uma ótima solução natural para acabar com a barriga inchada e dura, com dor abdominal pode ser deixar de comer alimentos que fermentam no intestino, como:

  • glúten (farinha)
  • lactose (leite e derivados)  
  • fermento (pão branco ou bolos)

Para perder a barriga inchada, se as causas forem de origem alimentar, uma ótima ajuda extra para situações de emergência é tomar o chá verde e aumentar o consumo de fibras.

Alguns remédios para eliminar os gases e as dores abdominais podem ser o Luftal ou comprimidos de carvão vegetal ativado. 

Outra dica muito importante para acabar com o inchaço abdominal é a prática regular de exercícios físicos, que melhora o funcionamento intestinal e a eliminação dos gases, que funciona muito bem quando se sabe que o aumento da barriga não se trata de gordura localizada, mas, sim, de uma alteração passageira, onde a barriga fica inchada, dura e dolorida, como ocorre em caso de prisão de ventre, gases ou próximo à menstruação, por exemplo.

Barriga inchada, o que fazer?

Em caso de barriga inchada, o que se pode fazer é tomar uma 1 cápsula de fibras ou consumir alimentos ricos em fibras, como ameixa seca preta e o mamão.

O chá verde ou de carqueja também são indicados para casos onde a barriga inchada é causada pela retenção de líquidos, como ocorre antes da menstruação, por exemplo. Para o chá: coloque 1 colher das folhas secas da erva escolhida em uma xícara e cubra com água fervente. Tape, deixe amornar, coe e beba a seguir.

As fibras serão importantes para ajudar na mobilização do bolo fecal, facilitando a eliminação das fezes acumuladas e dos gases. Já o chá vai promover uma melhor filtração renal, eliminando mais facilmente o excesso de líquidos do organismo.

Como evitar a barriga inchada

Para evitar a barriga inchada deve-se fazer algumas substituições alimentares como:

  • O pão - substitua o pão comum por pão tipo "pita" e torradas especiais sem glúten, assim como cereal ou qualquer alimento que contenha trigo;
  • O leite - elimine da alimentação o leite e seus derivados (queijo, iogurtes ou sobremesas lácteas...). Substitua por produtos à base de soja, por exemplo;
  • Refrigerantes e sucos industrializados - substitua por água ou água de coco, que além de terem menos calorias, facilitam a digestão;
  • Carnes vermelhas, produtos embutidos e enlatados - substitua por carne branca grelhada sem molho, e produtos in natura;
  • Doces e frituras - substitua por frutas da época com casca e assados integrais ou grelhados.

Alimentos que causam a barriga inchada

Outros alimentos que também causam a barriga inchada são o feijão e os grãos, como a ervilha, a lentilha e o grão de bico, repolho, brócolis e a batata doce. Todos eles devem ser evitados pois favorecem a formação de gases e a retenção de líquidos.

Após 1 semana, avalie os resultados e decida se vale a pena eliminar completamente esses alimentos do dia-a-dia. Mas, é importante lembrar de fazer a substituição por outros alimentos com equivalente componente nutricional.

Barriga inchada pode ser gravidez?

A barriga inchada pode ser gravidez, se o casal tiver tido relações sem preservativo durante o período fértil da mulher. Porém, este não é um sintoma confiável, pois os gases ou a prisão de ventre também podem deixar a barriga inchada. Para tirar dúvidas, recomenda-se realizar um teste de gravidez que se compra na farmácia ou realizar o teste sanguíneo de gravidez.

Algumas mulheres só descobrem a gravidez tardiamente porque não conhecem os sintomas de gravidez nem percebem que a barriga tenha inchado ou mudado de tamanho. Por isso, a barriga inchada, apenas, não é suficiente para determinar a gravidez.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 21/10/2014 Última atualização da página: 01/08/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.