O que fazer quando a bolsa estourar

publicidade

Quando a bolsa de líquido amniótico estourar, o que se deve fazer é não entrar em pânico, limpar-se, colocar um absorvente noturno, ligar para o médico e ir para a maternidade, pois tudo indica que seu bebê vai nascer.

O absorvente vai ajudar os médicos a perceber a coloração e a quantidade de líquido amniótico perdida, avaliando se há algum risco para a mulher ou para o bebê. Veja: O que levar para a maternidade.

É recomendado ir para o hospital sempre que houver suspeita de ruptura da bolsa, pois qualquer laceração, por menor que seja, pode facilitar a entrada de microrganismos, afetando o bebê.

Deve-se buscar ajuda médica urgente quando a bolsa rompe antes das 37 semanas de gestação. No entanto, se a mulher deseja um parto normal e já passou das 38 semanas, pode-se esperar algum tempinho para ir para a maternidade, especialmente quando se deseja um parto normal.

Sinais de rompimento da bolsa

O sinais de rompimento da bolsa de líquido amniótico são:

  • Saída de um líquido transparente ou amarelo clarinho, sem cheiro, que não se consegue controlar, em grande ou em pequena quantidade.

Normalmente, alguns dias antes do rompimento da bolsa a mulher percebe a saída do tampão mucoso, que é uma espécie de corrimento amarelo, espesso, parecido com catarro, que fechava o colo do útero, protegendo o bebê. Em algumas mulheres este tampão pode estar misturado com sangue e ficar raiado de sangue ou marrom, como se fosse o final da menstruação.

A bolsa rompeu mas não tenho contrações

Quando a bolsa rompe é esperado que as contrações uterinas que marcam o início do trabalho de parto surjam em pouco tempo. No entanto, as contrações podem demorar até 48 horas para aparecer, todavia, é aconselhado ir para a maternidade após 6 horas do rompimento da bolsa porque este rompimento permite a entrada de microrganismos no útero aumentando o risco de infecções.

No hospital o médico poderá esperar algumas horas para verificar se as contrações se iniciam espontaneamente, oferecendo antibióticos para diminuir o risco de infecção, ou poderá induzir o parto normal com o uso de hormônios sintéticos ou dar início à cesárea, dependendo de cada caso.

Sinais de alerta

Se a bolsa estourou e a mulher ainda não foi para a maternidade é importante ficar atenta aos seguintes sinais de alerta: diminuição dos movimento do bebê, mudança na cor do líquido aminótico e febre, mesmo que baixa. Estas situações podem indicar complicações que necessitam de uma avaliação médica.

Quando ir para a maternidade

Deve-se ir para a maternidade:

  • Imediatamente, se a bolsa romper antes das 37 semanas de gestação;
  • Até 6 horas após o rompimento da bolsa (quando se deseja o parto normal);
  • Imediatamente se a bolsa romper antes da data da cesariana marcada pelo médico.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade