Metadona, um poderoso analgésico

publicidade

Bula de Metadona, um poderoso analgésico

A Metadona é um remédio analgésico e sedativo, utilizado no tratamento da dor. Pode ser usado também como desintoxicante no tratamento de toxicodependentes, pois reduz significativamente os sintomas da síndrome de abstinência. 

A Metadona é o princípio ativo de remédios como Metadon ou Mytedon.

O comprimido pode ser dissolvido em suco de fruta não ácido ou água.

Indicações da Metadona

A Metadona é indicada no tratamento do alívio da dor aguda e crônica. É também usado como desintoxicante de drogas como heroína ou drogas similares à morfina.

Preço da Metadona

O preço da Metadona varia entre 10 e 25 reais.

Modo de uso da Metadona

O modo de uso da Metadona em comprimidos pode ser:

Para alívio da dor:

  • Adultos: 2,5 a 10 mg a cada 3 ou 4 horas, se necessário. Para o uso crônico, a dose e o intervalo da administração devem ser ajustados de acordo com a resposta do paciente.
  • Crianças: a dosagem deve ser individualizada pelo médico, considerando a idade e o peso da criança.

Para a dependência de narcóticos:

  • Adultos de 18 anos de idade ou mais: 15 a 40 mg uma vez ao dia. O médico deve diminuir gradualmente a dose até que não haja mais necessidade do produto.
  • Crianças até 18 anos de idade: o uso e a dose devem ser individualizados pelo médico, considerando a idade e o peso da criança.

Na forma de injetável, o modo de uso da Metadona pode ser:

Para alívio da dor:

  • Adultos: 2,5 a 10 mg, por via intramuscular ou subcutânea, a cada 3 ou 4 horas se necessário.
  • Crianças: a dose deve ser determinada pelo médico.

Para a dependência de narcóticos:

  • Adultos de 18 anos ou mais: 15 a 40 mg por dia, para a desintoxicação em pacientes que não podem usar a via oral. 
  • Crianças com menos de 18 anos: o uso e a dose devem ser individualizados pelo médico, considerando a idade e o peso da criança.

Nos idosos, as doses de Metadona devem ser adequadas às características dos indivíduos.

Efeitos colaterais da Metadona

Os efeitos colaterais da Metadona podem ser boca seca, cólicas abdominais, obstipação ou anorexia, depressão respiratória, sonolência, tontura, hipotensão, dor de cabeça, confusão e erupções cutâneas.

Contraindicações da Metadona

A Metadona não deve ser tomado por pacientes com hipersensibilidade a qualquer componente da fórmula, mulheres grávidas ou que estejam a amamentar. Não deve ser consumido concomitantemente com o álcool ou durante a lactação.

Doentes com hipotiroidismo, insuficiências das funções renais ou hepáticas ou depressão respiratória devem ter maior precaução na toma deste medicamento.

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade